Novembro 10, 2020

Vem aí o duelo de informações de manhã cedo

Vem aí o duelo de informações de manhã cedo

A partir da próxima segunda-feira, 16, o “Bom Dia Santa Catarina” não estará mais sozinho no horário. A ND TV relança o “SC no Ar”, agora com a apresentação de Márcia Dutra.

Como diz a chamada, Márcia é “experiente” e retorna ao Estado depois de passagem por São Paulo. Aqui, ela esteve na RBS apresentando o programa que vai agora concorrer pela audiência.

Não se sabe exatamente o conteúdo do programa da ND, apenas que vai misturar “vibração, descontração e jornalismo sério”. Ainda está em processo de criação interna.

A intenção de enfrentar o Bom Dia é clara no fato do SC começar às 6h30, meia hora antes. O programa da NSC ficou quase um ano como única opção cedo da manhã e aproveitou para consolidar-se como uma ótima fonte de informação no período da pandemia, com a participação de jovens comentaristas. 

 

Faraco

É muito provável que a partir deste desafio, a NSC não mexa tanto na apresentação e fixe o jornalista Raphael Faraco. Ele é a melhor opção para o duelo com Márcia. A pergunta que fica, no entanto, é: serão de fato concorrentes?   

 

Jornalismo sem fonte

Influenciado por excesso de orientação jurídica, o jornalismo está virando local de anônimos. Telejornais dão notícias em que citam “um supermercado, um homem, uma mulher, um posto”. Não há nomes, por isso certas informações se tornam inúteis.

Está na hora dos jornalistas retomaram a direção daquilo que colocam no ar, sempre com o objetivo de esclarecer os fatos. Aliás, como fazem outros canais regionais do País sem tantos receios.

 

Horário Político

Contagem regressiva: faltam três dias para acabar o horário político no rádio e na TV. Melhor ainda, encerrar as pautas repetitivas com candidatos em vídeos gravados pelos marqueteiros para uso no espaço editorial.

Embora seja democrático ouvir a todos, alguns candidatos sem expressão tiveram espaço para dizer um grande número de inutilidades. Sem falar da inutilidade das “agendas”, a não ser para preencher espaço.

 

Transporte

Alguém verifica, por favor, qual o projeto mais repetido por todos os candidatos? Ganha “transporte marítimo” como solução para a capital, disparado.

 

Máscara


(Rachel Schneider, NSC Criciúma)

Desde o início da pandemia, repórteres em todo o mundo usam máscaras nas ruas. Não é uma tarefa fácil. Algumas incomodam, prejudicam a respiração e abafam a voz. E, além de tudo, interferem na expressão. Não é fácil. Por isso, o reconhecimento a todos.

 

Making Of destaca

Pablo Relly, editor internacional da CNN Brasil, o melhor desempenho no vídeo durante a cobertura da eleição americana. Seguro e preciso nos números, se atrapalhou muito pouco com os gráficos em comparação ao pessoal da GloboNews.

Tags:
multimidia claiton selistre bastidores comunicação TV rádio jornal
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Claiton Selistre

Claiton Selistre

Jornalista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, foi diretor de Jornalismo por 25 anos da RBS TV, TVCom e Rádio CBN/Diário em Santa Catarina. Antes atuou na  Rádio e TV Gaucha do grupo RBS e em redações de jornal, rádio e tv do grupo Caldas Jr. em Porto Alegre. Foi também repórter da na Sucursal do Jornal do Brasil. Planejou e Coordenou coberturas multimídia nas Copas do Mundo de Futebol na Alemanha, Argentina, Espanha, México, Itália, Estados Unidos, França e Japão/Coréia. Dirige a Making of há seis anos.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!