Julho 18, 2019

Vida após a aposentadoria

Vida após a aposentadoria
Pixabay/Divulgação

A pergunta que muita gente se faz, com ou sem reforma da Previdência, é o que fazer da vida pós-aposentadoria. Boa parcela da população precisa continuar trabalhando, já que a renda é pouca. Outros procuram novas ocupações porque querem sentir-se úteis. Os "privilegiados" que preferem só descansar formam a fatia menor do bolo.

O problema para quem quer ou precisa continuar trabalhando é que o mercado, de maneira geral, descarta esta mão de obra experiente. Se já não há vagas para os jovens, o que dirá para quem passou dos 55, 60 anos.

A coach Elena Martinis, especialista em carreiras, sugere que os aposentados fora do mercado formal pensem nas atividades que gostam e para as quais tenham aptidão. Carpintaria, marcenaria, confeitaria, cuidador de idosos, jardinagem ou qualquer outra coisa. Pode estar aí uma prazerosa fonte de renda extra.

Empreender, diz ela, é uma boa alternativa. Inclusive o Sebrae tem uma área voltada para o empreendedorismo sênior. Para os "felizardos" que não têm preocupações com dinheiro, excelentes opções para esta nova etapa da vida são o trabalho voluntário ou voltar a estudar. Sempre há o que aprender, além da alegria proporcionada pela convivência com um grupo maior de pessoas.

Tags:
Viviane Bevilcqua colunistas portal making of cronicas
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Viviane Bevilacqua

Viviane Bevilacqua

Trinta anos de jornalismo diário e predileção por temas ligados ao comportamento humano. Crônicas que falam sobre as relações familiares, educação, saúde e o cotidiano de todos nós, sempre de forma leve e direta, como se fosse um bate-papo entre a jornalista e o leitor.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!