Maio 22, 2019

Viúva vai à Justiça para apurar responsável pela morte de Boechat

Viúva vai à Justiça para apurar responsável pela morte de Boechat
Reprodução

A jornalista Veruska Seibel Boechat, viúva de Ricardo Boechat, morto em fevereiro deste ano, entrou na Justiça com pedido de antecipação de provas contra a empresa Libbs, segundo informações do colunista Ricardo Feltrin.

A Libbs é a uma empresa farmacêutica e que foi a suposta responsável pelo transporte do jornalista de Campinas para São Paulo. Ele havia feito uma palestra em evento da empresa, e voltava de helicóptero para a sede da Band, no Morumbi. A aeronave apresentou problemas no caminho e caiu na rodovia Anhanguera.

Veruska exige que a empresa apresente o contrato de transporte e locação do helicóptero, que aparentemente não estava apto para transporte de passageiros. No processo movido pela viúva de Boechat, ela não pede, por enquanto, nenhuma indenização à empresa, exceto o valor simbólico de R$ 1.000.

Ainda segundo Feltrin, em contato feito com a empresa, a Libbs se exime da responsabilidade em nota oficial, afirmando ter contratado uma outra empresa para realização do transporte de convidados naquele dia.

Mais de três meses após o acidente, a Aeronáutica não apresentou até o momento um laudo explicando as prováveis causas do acidente. Além de Boechat, 66 anos, morreu instantaneamente o piloto do helicóptero, Ricardo Quatrucci, 56.

Tags:
Radar MakingOf
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!