18.2 C
fpolis
18.5 C
fpolis
sábado, 25 junho, 2022

Apresentador Ratinho participa de segundo dia do Congresso ACAERT

Reprodução/Divulgação/Acaert
Últimas notícias

O segundo dia do 18º Congresso Catarinense de Rádio e Televisão, que ocorre em Florianópolis, teve uma participação bastante esperada por todos, o empresário e apresentador do SBT, Carlos Massa, o Ratinho. Ele falou para uma plateia lotada sobre sua história de vida no rádio e na TV.

Antes da palestra, o comunicador concedeu uma coletiva especialmente para a Rede de Notícias ACAERT. Na entrevista, Ratinho afirmou que “quando começou a ter um pouco de dinheiro, fundei empresas para gerar empregos. Estou contribuindo. Eu faço isso até hoje”.

Ratinho destacou também a importância da ACAERT e do Congresso para a comunicação e o comunicador. “A ACAERT é a mais organizada do país. Tudo que ela quer fazer, ela faz. Então quando se faz uma coisa bem feita, tem bons resultados. Tudo é uma questão de organização. O que vocês estão fazendo aqui hoje, é um exemplo para o Brasil. Eu acho que profissionalizar e valorizar o comunicador. Temos que começar por nós, que temos emissora de rádio, a pensar da seguinte forma: participação nos lucros. O comunicador tem que ter participação no lucro da empresa”.

Ainda na entrevista para a Rede de Notícias ACAERT, o apresentador disse que o rádio é um companheiro. Quando você está sozinho, entra no seu carro, a primeira coisa que você faz é ligar o rádio. Quando a sua mulher está sozinha na cozinha, a primeira coisa que faz é ligar o rádio. O rádio é o amigo. Na pandemia, depois de tanta notícia ruim, entrava o rádio com uma música boa e já aliviava. Então ele foi o grande companheiro da pandemia também”.

Ratinho é empresário, mas já foi vereador, deputado federal e muito contribuiu com a história do rádio e da TV. Somente no SBT são mais de 20 anos no comando de um programa de auditório.

Com tanta experiência em comunicação, Carlos Massa deixa a dica para quem está começando na profissão. “Essas coisas vêm de Deus. Nasce com a gente, é escolhido de uma certa forma. Eu acho que fui escolhido para fazer comunicação, porque desde os meus 16 anos eu faço isso, sempre gostei de ser famoso, de ser popular. Todos nós de rádio somos muito prestativos. Quem está no rádio e na comunicação e não quer ser prestativo, é melhor que nem entre. A comunicação é isso, prestar serviço. Não se ganha a guerra com canhão, mas com comunicação”.

O Congresso ACAERT prossegue durante toda esta terça-feira. À noite ocorre a cerimônia de entrega do Prêmio ACAERT/ Microfone de Ouro, que destacará profissionais do rádio, televisão, agências de propaganda e acadêmicos em comunicação e é considerado o “oscar” da radiodifusão de Santa Catarina e um dos mais importantes do país. (Reporter Acaert: Carol Denardi)

Mais notícias para você
Últimas notícias

Primeiro livro sobre dança contemporânea voltado para crianças em SC

Não é possível medir com exatidão os resultados de um projeto cultural porque há sempre uma imensidão entre os...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }