Portal Making Of

CBF negocia Copa do Brasil com Globo e irrita SBT

Ao iniciar a negociação dos direitos de transmissão da Copa do Brasil, a CBF fez uma concorrência sem regras bem definidas que gerou propostas em modelos diversos e desconforto no mercado. É o que aponta o colunista Rodrigo Mattos, do UOL.

Segundo ele, houve uma conversa antecipada com a Globo, que já fez uma oferta para manter o acordo atual, além de propostas de agências de marketing esportivo por direitos mais amplos.

O SBT, conforme o mesmo colunista, teria ficado incomodado porque não foi chamado para rodada inicial e teve de correr para fazer uma proposta.

A Globo já colocou uma proposta na mesa que envolve uma parceria com a Amazon. Pela oferta, que tem prazo limitado para ser aceito, haveria um aumento pequeno em relação ao valor pago atualmente. O patamar gira pouco abaixo de R$ 500 milhões por ano pelo que apurou o colunista. Em paralelo, agências como a IMG e Live Mode também fizeram propostas pelos direitos.

Mas nem todas as emissoras não receberam a informação de que havia conversas diretas com a Globo. Por isso, o SBT ficou bastante incomodado.

Ainda em conformidade com o UOL, a emissora de Silvio Santos já foi recebida dentro da CBF, mas tinha um prazo exíguo para montar a proposta. Uma oferta comercial por direitos envolve cálculos e estudos comerciais para saber o que é viável oferecer para o detentor dos direitos.

Os colunistas são responsáveis por seu conteúdo e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal Making of.