Portal Making Of

Globo demite chefe de jornalismo citado em investigação do MP

Reprodução/ROBERT CAPLIN/EMMY

A Globo demitiu ontem, 17, Tyndaro Menezes, premiado chefe do núcleo de jornalismo investigativo da emissora. Ele atuava há 30 anos na empresa – começou como office boy. Entre os diversos prêmios, recebeu o Emmy pela cobertura do ataque da Polícia Militar do Rio de Janeiro ao Complexo do Alemão.

Segundo informações do site Notícias da TV, a demissão se deu após o profissional ter o nome envolvido em uma investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro, envolvendo Arthur César de Menezes Soares Filho, conhecido como Rei Arthur, e o delegado Ângelo Ribeiro, afastado da Polícia Civil na semana passada acusado de receber propina do empresário para encobrir inquéritos tributários.

Em nota, a Globo confirmou o desligamento, sem comentar o motivo, mas citou o Código de Ética da empresa: “O profissional citado não está mais na empresa. A Globo não comenta questões relacionadas a Compliance. Reitera que tem um Código de Ética, que deve ser seguido por todos os colaboradores, e uma ouvidoria pronta para receber quaisquer relatos de violação. Todo relato é apurado criteriosamente assim que a empresa toma conhecimento e as medidas necessárias são adotadas”.

Os colunistas são responsáveis por seu conteúdo e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal Making of.