Portal Making Of

Jorginho Mello vai anunciar o repasse das barragens para a Celesc nesta terça-feira

A partir das 14 horas desta terça-feira, 28, na sede da Celesc, em Florianópolis, o Governo do Estado vai anunciar um pacote de ações que dará início a um programa de desenvolvimento sustentável no Estado com a economia de energia e a eficiência energética.

O evento contará com a presença do governador Jorginho Mello (PL), do presidente da Celesc, Tarcísio Estefano Rosa, secretários de Estado, deputados estaduais e federais e demais autoridades.

O governador vai anunciar o lançamento da chamada pública e assinatura de projetos do Programa de Eficiência Energética, a assinatura de um convênio com o Ministério Público de Santa Catarina para o uso da energia da usina fotovoltaica de Campos Novos, no Oeste do Estado, e vai anunciar também o acordo de cooperação com a Celesc para a gestão de energia.

Esse acordo vai conter a autorização de estudos sobre potenciais hidrelétricos das barragens de Taió, Ituporanga e José Boiteux.

Resumindo, o governador quer que as barragens de Santa Catarina não só sirvam de contenção das águas do rio Itajaí-Açu, mas também sirvam de geradoras de energia para todo o Estado.

Com a assinatura do acordo de cooperação com a Celesc, o Governo do Estado dá para a autarquia o poder de administrar as barragens já existentes e também três futuras, de menor porte, que o governo diz que vai construir, investindo o valor de R$ 180 milhões.

Com isso, a Celesc é quem vai fazer a manutenção, o gerenciamento da abertura e fechamento das comportas, as obras necessárias para a implantação de turbinas e todos os estudos necessários para o incremento da atividade desses equipamentos.

No início do mês de outubro, quando ocorreu a primeira enchente em Santa Catarina, o governador já tinha anunciado que pretendia entregar as barragens para a Celesc.

Jorginho disse naquela ocasião que “as barragens ajudaram efetivamente. Elas cumpriram seu papel, e foram construídas pra isso. Mas temos que cuidar delas melhor. Fazer com que essa energia limpa possa se transformar em investimento para o Vale. Precisamos reinvestir em tudo aquilo que evite enchente, em obras de prevenção”.

Com essa ação, o governador do Estado mataria dois coelhos com uma cajadada só. Vai gerar mais energia a um custo menor e vai conseguir buscar mais dinheiro para investir em ações que minimizem os estragos com as enchentes no Vale do Itajaí e até em outras regiões que também sofrem com outros problemas climáticos, como é o caso das regiões Sul e Oeste que constantemente sofrem com vendavais.

Veja o vídeo com a fala do governador Jorginho Mello:

Imagens: @redewebtvoficial

Os colunistas são responsáveis por seu conteúdo e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal Making of.