21.9 C
fpolis
21.9 C
fpolis
sábado, 28 maio, 2022

Pesquisa aponta que 70% dos brasileiros assinam streamings

Pixabay
Últimas notícias

O consumo de conteúdo por demanda se tornou uma tendência ao redor do mundo e no Brasil não foi diferente. O streaming ganhou muitos adeptos, tanto que o país está entre os cinco maiores consumidores deste conceito.

Hoje, o serviço faz parte da rotina de 71% dos brasileiros que afirmam serem assinantes ou já terem assinado algum serviço para assistir a filmes ou séries online. Os dados são do levantamento “Streaming 2022”, feito digitalmente com 1106 brasileiros conduzido pela Hibou – empresa especializada em pesquisa e monitoramento de mercado e consumo.

Atualmente há uma predominância entre dois players, mesmo com tamanha variedade de plataformas disponíveis: 91% dos brasileiros assinam ou assinaram Netflix, e 53%, Amazon Prime Video. Além destes também foram citados: GloboPlay (30%); Disney+ (26%); HBO MAX (20%); Telecine Play (13%); YouTube Premium (9%); Star+ (8%); Paramount+ (6%); AppleTV (4%).

Para 70% as novidades são o principal motivo de acesso às plataformas, principalmente filmes novos e lançamentos de séries. Entre aqueles que não são apegados a conteúdo inéditos, 44% dão atenção às séries que estão sendo muito comentadas por todos; 32%, filmes clássicos; 29%, documentários; 26%, séries clássicas, que não estão mais no ar; 16%, conteúdo infantil; 10%, novelas; 6%, animes; 5%, esportes; 3%, outros.

Com a exigência por mais conteúdo, preço e facilidades, dentre os 71% de assinantes, 52% já cancelaram algum serviço de streaming. Dentre estes, 40% deixaram de assinar a Netflix (24%), GloboPlay (23%), Amazon Prime Video (15%), Telecine Play (14%), Disney+ (13%), HBO MAX (6%), entre outros.

A motivação para cancelar o serviço é liderada pelo momento financeiro do brasileiro para 24% ficou caro pagar as mensalidades, já para 23%, o custo x benefício não vale mais a pena; 15% sentiram falta de mais lançamentos; 12% apontaram catálogo com poucas opções ou títulos que não agradaram; 11% trocaram por outro serviço; 6% compartilharam uma experiência ruim na plataforma; e 4% passaram a integrar o “plano família” de outra pessoa.

Na hora de avaliar as plataformas de streaming, os brasileiros observam com atenção a variedade no catálogo e preço. A facilidade de uso também é importante. Além disso, conteúdo para diferentes faixas etárias, compartilhamento de conteúdos estão entre os aspectos mais valorizados, como listado a seguir: Grande variedade de filmes e séries (76%); Preço acessível (65%); Boa navegação dentro do app (40%); Conteúdo para a família toda (38%); Sugestões do que assistir bem direcionadas para o meu gosto (34%); Conteúdos originais da plataforma (25%); App específico para minha smart TV (18%); Função “assistir junto” para quem está em outra casa (14%); Função para indicar/compartilhar conteúdo com um amigo (6%); Conteúdos com artistas e diretores famosos (6%) e Produções brasileiras (6%).

Sendo a dupla custo x benefício um fator de extrema importância para os consumidores, a possibilidade de compartilhar as assinaturas foi uma alternativa, que permite economizar e proporcionar a mais espectadores usufruírem da mesma assinatura. Neste ponto, 35% informaram que possuem planos familiares com companheiros; 32% com os pais e irmãos; 32%, filhos/netos; 12%, parentes que moram em outra casa; 6% com amigos. 11% possuem assinaturas individuais e não compartilham com ninguém.

Quase um terço da população, representada por 29%, não faz uso de plataformas de transmissões online de filmes e séries e os motivos são direcionados ao consumo por outros meios. Entre eles, 38% não têm costume de assistir TV, 19% acham o serviço muito caro; 13% preferem assistir YouTube e 12% dão preferência para canais de TV aberta; 12% admitem usar o login emprestado de alguém; 4% preferem baixar filmes/séries na internet e 5% apontam outros motivos.

Mais notícias para você
Últimas notícias

Vídeo: Japonês gasta R$ 75 mil para se transformar em cachorro

No Japão, um homem gastou cerca de 2 milhões de ienes (aproximadamente R$ 75,9 mil) para realizar o sonho...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }