Portal Making Of

Plataformas de streaming podem movimentar US$ 14 bilhões até 2027, diz Rocket Lab

Nos últimos anos, as plataformas de streaming têm transformado radicalmente a maneira como as pessoas consomem conteúdo audiovisual. Essa mudança revolucionária no entretenimento tem impactado positivamente não só os consumidores, como também o mercado global. É o que indica a “Análise Mercado Mobile 2023”, elaborada pela Rocket Lab.

De acordo com a análise, o streaming móvel aumentou nas mãos de empresas como Netflix, Hulu, Amazon, Peacock e Disney+, que estão gerando cada vez mais conteúdo exclusivo e atraindo pessoas para suas plataformas para assistir a filmes e séries exclusivos que não podem ser encontrados em nenhum outro lugar.

“Este avanço oferece cada vez mais espaço para as marcas se promoverem em novos canais. Em contrapartida, a disputa pela atenção das pessoas também continua a crescer. Em 2022, o mercado global de streaming movimentou US$ 7,2 bilhões, enquanto para 2027 a expectativa é de dobrar esse número. O incremento mostra o alto potencial de crescimento deste mercado”, afirma Guilherme Basani, diretor geral da Rocket Lab no Brasil.

Os Estados Unidos costumam ser um país que define várias tendências de consumo a nível global. O gráfico abaixo mostra o avanço, em maio de 2022 em relação ao mesmo mês do ano anterior, das plataformas de OTT, sigla para “Over The Top”, que diz respeito às plataformas de distribuição de conteúdos pela internet, no qual o usuário assiste sob demanda:

Gráfico comparativo em relação aos meios de consumo de conteúdos nos EUA mostra avanço das plataformas OTT (Foto: Divulgação)

No que tange ao Brasil, a expectativa de receita no segmento OTT em 2023 é de US$ 4,2 bilhões e espera-se que o faturamento mostre uma taxa de crescimento anual (CAGR 2023-2027) de 8,6%, levando a um volume de mercado previsto de US$ 5,84 bilhões em 2027. E o maior segmento é a publicidade em vídeo OTT, com um volume de mercado de US$ 2,42 bilhões em 2023. Em âmbito global, o mercado de plataformas de streaming pode movimentar US$ 14 bilhões até 2027.

“Durante a pesquisa, conseguimos perceber que em um ano, a porcentagem de brasileiros com smartphones inscritos em plataformas pagas de streaming passou de 64% a 69%, reforçando ainda mais que essa tendência foi impulsionada pela pandemia de Covid-19, porém ela continua a crescer gradativamente”, pontua Basani.

As plataformas de streamings estão mudando a forma como interagimos com o entretenimento. Elas oferecem conveniência, diversidade e personalização, permitindo que os consumidores assumam o controle de sua experiência de visualização e audição. “Esta é uma tendência que tem tudo para aumentar cada vez mais. E à medida que novas tecnologias, como realidade virtual e aumentada, se integram ao cenário do streaming, a experiência do consumidor só tende a melhorar, consolidando ainda mais essa indústria como uma parte essencial da forma como consumimos entretenimento atualmente e no futuro”, conclui o executivo. (propmark)

Os colunistas são responsáveis por seu conteúdo e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal Making of.