25.8 C
fpolis
25.8 C
fpolis
terça-feira, 30 janeiro, 2024

Sebrae SC aponta que aumento de custos é principal dificuldade dos negócios

Últimas notícias

Uma pesquisa do Observatório de Negócios do Sebrae/SC, realizada com 810 Micro e Pequenas Empresas catarinenses, entre 10 e 25 de outubro, avaliou o desempenho da atividade econômica do terceiro trimestre de 2022 (julho a setembro/2022) e as expectativas dos pequenos negócios para o quarto trimestre do ano.

Apesar de menos intenso que o trimestre anterior, o aumento dos custos é a principal dificuldade para os pequenos negócios catarinenses, registrada por 26,5% dos empresários. A queda nas vendas (21,5%), a conjuntura econômica desfavorável (20,5%) e a redução do poder aquisitivo (relatada por 16,8% dos PNE) também aparecem no topo das principais dificuldades.

O cenário econômico, de continuidade do aumento de custos de produção, menor poder de compra da população (inflação acumulada e renda estagnada) e de baixo estímulo a compras (alta de juros), influenciou nos resultados dos pequenos negócios. Apenas 31% dos PNE catarinenses registraram aumento nas vendas no 3º trimestre em relação ao trimestre anterior, segundo a pesquisa.

Os que seguem aumentando as vendas atribuem isso a fatores externos, principalmente relacionados ao aumento de demanda (27%) e à mudança de comportamento do consumidor, no caso, o retorno à normalidade (26,5%). Fatores internos, como melhorias nos produtos, representam casos menos predominantes (13%).

Neste trimestre, também identificou-se a retomada do uso do marketplace por 18% dos empresários, apesar de ainda ser desconhecido para 39%. Contudo, as ferramentas com maior uso neste trimestre seguem sendo o WhatsApp para 82,7% e o Instagram para 82,5% dos empresários entrevistados.

Já em relação às compras, 29,5% dos empresários relataram aumento de compras, número semelhante ao aumento de  vendas, com registro de 30,7%, sugerindo que vendas de estoques inativos ou compras de estoques de antecipação não ocorreram na maioria das empresas no período analisado.

A pesquisa revela ainda que a expectativa para o 4º trimestre de 2022 é otimista: 67,6% dos pequenos negócios preveem registro no aumento de vendas, número bem superior ao realizado no trimestre anterior.

Já os aumentos de custos seguirão como uma grande dificuldade, sendo previsto que alcançarão mais empresas no próximo trimestre, 56,4% contra 40,7% no 3º trimestre de 2022.

Somente 11,4% dos pequenos empresários catarinenses acreditam que a economia brasileira vai piorar de outubro a dezembro. Gradativamente, os empresários vêm recuperando a confiança já pelo quarto trimestre consecutivo, e atualmente 51% dos empresários acreditam que a situação econômica do país irá melhorar.

Mais notícias para você
Últimas notícias

Parque temático com aventura pré-histórica é sucesso de público em Florianópolis

Opções de lazer para as crianças se divertirem com segurança? É no Floripa Shopping! O Parque temático Jurassic Land...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }