Novembro 19, 2021

Sem crise

Sem crise
Crédito: Hildo Jr.

Sem crise. O mercado imobiliário de luxo tem o maior crescimento desde 2014. Segundo dados da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), a melhora nas negociações de imóveis de médio e alto padrão garantiram ao mercado de incorporação o melhor resultado em 2020 nas vendas desde maio de 2014. O setor registrou um crescimento de 32% em 2021 nas vendas de imóveis de luxo. Além disso, há uma projeção de alta de 20% até 2023, apontam estudos feitos pelo Secovi-SP (Sindicato das Empresas de Compra e Venda de Imóveis de São Paulo). O resultado é reafirmado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), com um aumento nos lançamentos de 114,6% no segundo trimestre, foram 60.322 unidades. As vendas superaram a oferta atingindo 65.975 imóveis novos, uma expansão de 60,7% em relação ao período anterior.

 

Dubai brasileira. Os resultados de Santa Catarina confirmam os bons ventos que sopram sobre o mercado imobiliário de luxo. Balneário Camboriú, conhecida como Dubai brasileira, ultrapassou pela primeira vez Brasília e passou a figurar como o terceiro metro quadrado mais valorizado do país, apenas atrás de São Paulo e Rio de Janeiro. A valorização vem impulsionada pelas recentes transformações na cidade, como o alargamento da praia central e a revitalização de todo projeto paisagístico. A expectativa do segmento é que a valorização média, após o alargamento, seja imediata e de até 20%, levando em conta cálculos da consultoria norte-americana Appraisal Institute para empreitadas similares. E esses números já se refletem na prática.  A FG Empreendimentos, que figura como uma das principais construtoras do país, assinando seis dos 10 prédios mais altos do país, obteve resultado recorde de vendas no último trimestre, compreendendo os meses de julho, agosto e setembro, obtendo crescimento em vendas de 81,63%, comparado ao mesmo período de 2020.

 

De vento em popa. “Esses números reforçam para o investidor que o mercado imobiliário se mantém aquecido e, também, consolida ainda mais nosso produto. Somos uma empresa capitalizada, auditada pela Ernst & Young, visionária e que vem atuando, há mais de 20 anos, no desenvolvimento do destino Balneário Camboriú”, destaca Jean Graciola, presidente da FG Empreendimentos. “Temos em nosso planejamento estratégico o lançamento de 15 novos empreendimentos para os próximos três anos. E, já dentro dos próximos seis meses, o mercado receberá sete novos mega lançamentos com a assinatura da FG”, destacou o empresário.

 

Ganha-ganha. Para o diretor de mercado e marketing da FG Empreendimentos, Altevir Baron, os dados corroboram a aposta da empresa em ampliar os investimentos na região, fortalecendo ainda mais o destino turístico em Balneário Camboriú e possibilitando o aporte de novos investidores na cidade. “Na FG, em nossos empreendimentos do lançamento a entrega, já temos um cálculo de valorização que chega a 25% ao ano. Com o alargamento, a expectativa é de uma valorização adicional, tanto para as futuras obras quantos para os prédios já entregues, na casa de 20%”. Para os próximos três anos a empresa já projeta um VGV de 15 bilhões. A FG já entregou 59 empreendimentos, com mais de 4,5 mil unidades. Possui o maior landbank da região, com mais de dois milhões e quinhentos mil metros quadrados de área a construir.

Tags:
economia economiabrasileira economiacatarinese sustentabilidade investimento dinheiro politicaeconômica tecnologia empreendedorismo
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Exclusivo

Carnaval: sim ou não?

Novembro 26, 2021
Exclusivo

Patrimônio catarinense

Novembro 26, 2021
Exclusivo

Pontos e Contrapontos

Novembro 26, 2021
Exclusivo

Sem licença

Novembro 26, 2021

Janine Alves

Janine Alves

Graduada em Economia e doutora em Gestão do Conhecimento, faz parte do Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Conhecimento, Aprendizagem e Memória Organizacional (Interdisciplinary research group on knowledge, learning and organizational memory), núcleo de excelência em pesquisa científica e tecnológica, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento (PPGEGC/UFSC). Trabalhou como: professora da UFSC e Univali, colunista de economia do Grupo RIC Record (Jornal Notícias do Dia e Ric Record TV) e analista de economia na RBS - TV/ NSC - Diário Catarinense, Consultora de Economia Internacional para a CIP Cosultores – Espanha, Diretora do Escritório do Governo da Galicia/Espanha no Brasil, Diretora de Integração Internacional e Consultora de Economia do Governo de Santa Catarina (Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Assuntos Internacionais), etc.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!