18.2 C
fpolis
18.2 C
fpolis
quinta-feira, 18 agosto, 2022

ESTADO RECUPERA 13,2 MILHÕES DA COMPRA MALSUCEDIDA DOS 200 RESPIRADORES

Últimas notícias

A 3ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça acolheu nessa terça-feira, 2, o pedido apresentado pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE) em Agravo de Instrumento e liberou R$ 13,2 milhões da compra dos 200 respiradores, que tiveram um custo total de R$ 33 milhões, mas não foram entregues.

Esse valor tinha sido depositado em juízo pelas empresas Oltramed e TS Eletronic, mas a PGE defendeu que o Estado teria direito imediato a essa quantia porque a compra não se concretizou. Na conta da Oltramed tinha R$ 11,2 milhões e da TS Eletronic tinha mais R$ 2 milhões.

Os procuradores do Estado explicaram que não havia motivo para que a Administração Pública continuasse sem receber esse montante, já que inexistem dúvidas sobre a origem dos recursos.

Para Alisson de Bom de Souza, que é o Procurador-Geral do Governo, a decisão de hoje foi um passo importantíssimo na recuperação dos valores pagos pelos respiradores.

“Manter esses recursos depositados em juízo prejudicaria todos os catarinenses, já que esse dinheiro, ao retornar aos cofres públicos, será agora aplicado em relevantes políticas públicas no nosso Estado”, explicou.

Acompanhando a divergência aberta pela desembargadora Bettina Maria Maresch de Moura, o desembargador Sandro José Neis afirmou que “o Estado é vítima, pois pagou e não recebeu. Assim, é importante que ele seja ressarcido no menor tempo possível”.

ESTADO QUER OS R$ 33 MILHÕES

Após a decisão que permite o retorno desses R$ 13,2 milhões aos cofres públicos, o trabalho para buscar todos os R$ 33 milhões continua. Segundo a Procuradoria do Estado, a Justiça já determinou o bloqueio de imóveis, participações em empresas e dinheiro em contas.

Foi proibida também a transferência de veículos que estejam em nome dos envolvidos. Com todas essas ações, o montante bloqueado supera os R$ 38,1 milhões. Outros R$ 10 milhões estão sendo cobrados judicialmente da empresa importadora.

Sergio de Oliveira
Jornalista formado pela UniSociesc tem graduação também em Gestão Comercial pela Uniasselvi. Foi dirigente e consultor nas Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDL) de Blumenau e Gaspar. Tem experiência em comunicação governamental, com passagem por órgãos públicos de Blumenau. Atua na área de comunicação desde 1993 com passagens por veículos como Rádio Atlântida FM, Rede TV Sul, Rádio Blumenau e Jornal O Município. Já foi produtor, editor e colunista, além de empreender na área de jornalismo digital. Há 14 anos estuda e escreve sobre o cenário político de Santa Catarina, procurando apresentar informações que orientem e ampliem a visão do leitor/internauta. Contato: sergio.redacao@gmail.com
Mais notícias para você
Últimas notícias

Campanha reforça papel dos jornalistas na apuração da notícia confiável

Com o início da campanha eleitoral, a TV Globo reforça o compromisso com a busca pela verdade e com...