27.1 C
fpolis
27.1 C
fpolis
quinta-feira, 1 fevereiro, 2024

Mudança de humor e depressão pode ter relação com sazonalidade

Últimas notícias

Dra. Nadia T. Zimmermann Wulf (CRP 12/00733) é especializada em psicologia clínica além das fronteiras geográficas com cases de sucesso muito interessantes.

Com consultório em Joinville e mais de 32 anos de experiência como psicóloga clínica, ela oferece suporte emocional a pacientes de todo país e até no exterior, com desafios existenciais como ansiedade, depressão e transtornos alimentares. “Dessa forma posso levar meu conhecimento e expertise a qualquer pessoa que esteja buscando apoio emocional, independentemente da localização”, ressalta.

Especificamente nesta época do ano, Nádia Zimmermann destaca um aumento significativo nos casos de Transtorno Afetivo Sazonal (TAS) – que é um tipo de transtorno de humor e depressão que está relacionado às mudanças de estação, geralmente ocorrendo durante os meses de outono e inverno.

Abaixo, um bate-papo exclusivo com a especialista.

Qual é a abordagem terapêutica que utiliza em seu trabalho?

Minha abordagem é baseada no método fenomenológico-existencial, que é personalizado para cada paciente, levando em conta sua experiência subjetiva e auxiliando na busca por significado de seus temas durante o processo de psicoterapia. Meu foco é compreender profundamente as questões emocionais e psicológicas apresentadas por cada indivíduo.

Além do tratamento individualizado, você também enfatiza a importância da prevenção em saúde mental. Poderia falar um pouco mais sobre isso?

Com certeza. Minha missão é cuidar das pessoas, promovendo atendimento com tecnologia, humanização e qualidade, com foco em relacionamentos saudáveis. Meus serviços combinam o método fenomenológico-existencial com ênfase no vínculo psicoterápico, buscando criar experiências relevantes em saúde emocional.

Há algum tópico específico que gostaria de destacar?

A questão da depressão sazonal é muito importante, pois é situação bem recorrente na busca de atendimento psicológico nessa época do ano. É um transtorno de humor relacionado a mudança de estações, que geralmente ocorre agora nos meses de outono e inverno. Os sintomas podem incluir tristeza profunda, falta de energia e motivação, alterações no sono e no apetite.

E como essa abordagem fenomenológica-existencial pode ajudar nesses casos?

Nessa abordagem trabalhamos com o paciente para explorar o significado mais profundo de sua experiência e buscar maneiras de encontrar sentido e propósito mesmo durante os períodos mais difíceis. Além disso, técnicas comportamentais e processuais podem ser utilizadas para ajudar a lidar com os sintomas e desenvolver estratégias de enfrentamento.

Quais as recomendações práticas que você poderia dar para lidar com a depressão sazonal?

Além de não se intimidar em encontrar ajuda profissional como já ressaltei, buscar exposição a luz solar, manter uma rotina regular de sono e envolver-se em atividades prazerosas é bem importante. E, claro, também cuidar da alimentação e praticar exercícios físicos regularmente podem ajudar a melhorar o humor e aumentar a energia.

Se você possui uma condição de saúde mental, os cuidados com o bem-estar emocional devem ser redobrados no dia a dia devido à maior suscetibilidade ao TAS. É de suma importância saber identificar quando a tristeza, estresse ou raiva estão ganhando espaço na sua vida, principalmente quando não há razão para isso, pois é parte do processo de autoconhecimento. Ao perceber essas alterações, você se torna capaz de encontrar maneiras efetivas de lidar com elas.

Você deixa evidente seu compromisso em cuidar das pessoas e promover a saúde mental. Qual é a mensagem principal que você gostaria de transmitir aos nossos leitores?

Que a saúde emocional é fundamental na qualidade de vida e que buscar apoio profissional pode fazer toda a diferença. Não hesite em procurar ajuda quando necessário e compartilhe essas informações com aqueles que possam se beneficiar delas. Lembre-se de cuidar de si e daqueles ao seu redor! 

Mais informações e contato no @nadiatzimmermannwulf

Avatar photo
Yula Jorge
Jornalista graduada pela UFSC. Antes disso estudou e viveu quatro anos entre o Canadá e os Estados Unidos e quando retornou a sua terra natal, Goiânia, graduou-se pela PUC em Secretariado Bilíngue. Logo mudou-se para Florianópolis, ingressou na Universidade Federal, e da ilha não saiu mais. Atua como colunista desde 2012, assinou uma coluna diária no jornal Notícias do Dia por alguns anos, e, paralelamente, foi repórter da RICTV Record e Record News. Traz todos os dias o que rola de especial em Floripa e Santa Catarina: sobre quem acontece, empreende, se engaja em causas legais. O que inaugura, as festas bombásticas, as melhores casas, restaurantes, os shows, as ações bacanas e o voluntariado.
Mais notícias para você
Últimas notícias

MPSC apresenta denúncia contra 13 pessoas por 57 supostos crimes eleitorais

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) apresentou denúncia contra 13 pessoas por 57 supostos crimes eleitorais na cidade...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }