Portal Making Of

Patrocinadores enviam carta e expressam insatisfação com a gestão da CBF

Ednaldo Rodrigues (Foto: Rodrigo Ferreira/CBF)

Na última quinta-feira, 7, Ednaldo Rodrigues foi desposto do cargo de presidente da CBF. O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro anulou uma série de assembleias da entidade e acabou invalidando a eleição do atual mandatário. Ainda que caiba recurso e a Confederação irá recorrer ao Superior Tribunal de Justiça.

Diante do cenário de crise, alguns patrocinadores da entidade decidiram se posicionar. De acordo com o que foi publicado pelo ge e confirmado pelo MKTEsportivo, Itaú Unibanco, Mastercard e Vivo enviaram cartas conjuntas à confederação para expressar insatisfação com o modelo de gestão praticado por Ednaldo. A Nike, de maneira independente, também se posicionou contra a administração.

Em comum, todas as parceiras acreditam que a entidade tem apresentado falhas em organizações de evento, como a do clássico entre Brasil e Argentina, no Maracanã. As empresas destacaram que o ocorrido no estádio “demanda esclarecimentos imediatos”, que confiam que serão “fundamentais para a preservação da integridade e reputação de nossas marcas associadas à Seleção Brasileira de Futebol”.

Em nota ao ge, a CBF se posicionou sobre a carta dos seus patrocinadores:

“A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirma que, de fato, recebeu uma manifestação – educada e respeitosa, vale ressaltar – por parte destes três patrocinadores, em relação a fatos ocorridos no jogo entre Brasil e Argentina. O mesmo sentimento de insatisfação vindo dos patrocinadores, coincide com a insatisfação que a CBF também teve com os fatos ocorridos na partida.

A CBF recebeu as observações e reclamações descritas na mensagem, que foram prontamente respondidas com os devidos esclarecimentos diante dos lamentáveis fatos ocorridos no estádio.

A CBF destaca que a pronta resposta aos questionamentos de seus patrocinadores, vem do fato de que a entidade tem uma boa relação com seus parceiros, haja visto que, destas três empresas, duas renovaram contrato na atual gestão. Uma delas, a operadora Vivo, inclusive, renovou seu contrato com a CBF recentemente.

Há menos de um mês, o Diretor de Marketing e Comercial da CBF, Lenin Franco – dentro de uma de suas atribuições, que é a de estreitar a aproximação com os patrocinadores – , esteve reunido com eles em São Paulo, com o intuito de ouvir as demandas e pensar no desenvolvimento de projetos conjuntos.”

 

*Texto do Portal MKT Esportivo

Os colunistas são responsáveis por seu conteúdo e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal Making of.