17.9 C
fpolis
17.9 C
fpolis
quinta-feira, 18 agosto, 2022

Procuradoria quer megagrupos no WhatsApp só após posse

Últimas notícias

A Procuradoria da República em São Paulo enviou ofício ao WhatsApp solicitando que a empresa deixe para depois da posse do novo presidente da República, em 2023, o lançamento dos megagrupos e das comunidades aqui no Brasil.

Segundo a Folha de São Paulo, a Procuradoria justificou em documento que o aumento no número de integrantes nos grupos de WhatsApp ou o lançamento das comunidades seriam um “retrocesso” no combate à desinformação “em um período de excepcionais riscos à integridade cívica e à segurança da população do país”.

A Procuradoria deu prazo de 20 dias úteis para a empresa responder. Caso não se pronuncie, poderá ser ajuizada uma ação civil pública contra a empresa.

A Meta, dona do WhatsApp, já lançou as comunidades, que reunirão vários grupos, e também aumentou o número máximo de integrantes em cada grupo, de 256 para 512, em vários países. Por aqui, no início do ano, houve um acordo que o lançamento aconteceria apenas após as eleições.

Mais notícias para você
Últimas notícias

Moacir Sopelsa vai assumir o governo de Santa Catarina por 45 dias

Depois de ter trabalhado muito dentro do MDB para que o partido apoiasse a reeleição do governador, o deputado...