25.6 C
fpolis
25.6 C
fpolis
quarta-feira, 31 janeiro, 2024

Últimos dias para aproveitar o Comida Di Buteco em Floripa!

Últimas notícias

A coluna de hoje relata mais uma experiência butequeira especial. Mais um ano sou jurada do maior concurso de butecos do Brasil. Avaliando sempre com um olhar sensível e justo com os participantes. Pois é um momento preciso e precioso pra muita gente que se esmera, dedica tempo e criatividade para brilhar na competição, que segue até nesse domingo, 30/04.

Costumo dizer que sou meio pé quente… Quando fui jurada do Botequim das Flores, que fica em Sambaqui, eles levaram o merecido primeiro lugar. Quando torci pro nosso amado Sufocos, na Av Campeche, e nem era jurada, eles venceram.

Nessa edição avaliei quatro bares e o Beto três. Ano passado tínhamos 13 participantes na cidade, agora dobrou; Floripa tem 26 concorrentes ao título de Melhor Buteco da Grande Florianópolis. Mas é pouco ainda, se comparado com BH, com 95 bares na competição, ou RJ, com 131!

Do que vivenciei, posso dizer que amei o Dona Jovem Bar – local Lgbtqia+ que fica na Av. Hercílio Luz. Atendimento alto astral, DJ, galera descolada e um petisco super saboroso e generoso! Croquetes de pernil recheados com gorgonzola e servidos com geleia de pimenta jalapeño com hortelã. A história da Teka, dona do bar, também me tocou; sua esposa sofreu um acidente com a fritadeira às vésperas do Comida Di Buteco começar e queimou 40% do corpo. Pensaram em desistir. Mas ela tava lá, colocando energia e incentivando seu time a ser o melhor – e a valorizar o concurso: quem acerta qual cliente é jurado leva 100 reais de agrado. Porque a gente tem todo um treinamento pra ninguém saber que estamos ali pra avaliar rs.

Inclusive, isso é levado tão a sério, que a Karol tem que substituir quem não comparece na reunião de jurados, que acontece no Hotel Mercure.

Outro que nos ganhou no prato foi o Santo Di Casa, do Rio Tavares. Costelinha marinada por 24h no capim-limão, servida em uma cama de alho-poró com molhinhos surpreendentes.

Claro, nem toda experiência é top. Um dos butecos não tinha o petisco pq “o fornecedor não entregou a pimenta biquinho”. Oi? E uma simples Biquinho fez com que ele ficasse sem prato e sem nota…

Ah, destaque também pra estilosa Choperia Dazumbanho, que, na nossa opinião, serviu o melhor petisco do “Desafio Frontera”.

Agora é aguardar o festão da premiação! Muitas vidas são feitas de buteco, como diz o slogan. Sei também que às vezes o que separa o campeão do segundo lugar é uma diferença sutil… Mas essas vidas que são feitas de bares, balcão e dedicação são totalmente transformadas quando se é eleito O Melhor Buteco Brasil!!!

*****

 

Avatar photo
Yula Jorge
Jornalista graduada pela UFSC. Antes disso estudou e viveu quatro anos entre o Canadá e os Estados Unidos e quando retornou a sua terra natal, Goiânia, graduou-se pela PUC em Secretariado Bilíngue. Logo mudou-se para Florianópolis, ingressou na Universidade Federal, e da ilha não saiu mais. Atua como colunista desde 2012, assinou uma coluna diária no jornal Notícias do Dia por alguns anos, e, paralelamente, foi repórter da RICTV Record e Record News. Traz todos os dias o que rola de especial em Floripa e Santa Catarina: sobre quem acontece, empreende, se engaja em causas legais. O que inaugura, as festas bombásticas, as melhores casas, restaurantes, os shows, as ações bacanas e o voluntariado.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Copinha Sicredi 2024 é marcada por grande audiência em todas as plataformas

Com todos os jogos transmitidos e destaque absoluto no primeiro mês do ano, a Copinha Sicredi foi um sucesso...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }