Portal Making Of

Viúva revela causa da morte de jornalista na Copa do Qatar

Reprodução/Fifa

O jornalista esportivo Grant Wahl, que faleceu durante a cobertura do jogo entre Argentina e Holanda no Qatar, morreu em virtude de um aneurisma. A informação foi dada pela  viúva do norte-americano, Céline Gounder, em uma nota divulgada à emissora CBS.

“Uma autópsia foi realizada pelo New York City Medical Examiner’s Office. Grant morreu da ruptura de um aneurisma da aorta ascendente não detectado e de crescimento lento com hemopericárdio. A pressão no peito que sentiu pouco antes de sua morte pode ter representado os sintomas iniciais. Nenhuma quantidade de RCP ou choques o teria salvado. Sua morte não teve relação com a COVID. Sua morte não teve relação com a situação vacinal. Não havia nada nefasto sobre sua morte”, consta na publicação divulgada pela esposa de Grant Wahl.

“Em primeiro lugar, em meu nome e de nossa família, quero expressar nossa mais profunda gratidão pelo apoio, amor e simpatia de todo o mundo. Continua sendo um momento muito difícil e doloroso enquanto lamentamos a morte de um amado marido, irmão e amigo. É um certo consolo saber que tantas pessoas que Grant alcançou inúmeros colegas, leitores, atletas, treinadores, amigos e fãs – estão ao nosso lado”, diz outro trecho da nota.

Alguns dias antes de falecer, o profissional de 49 anos de idade escreveu que estava com bronquite e internado em um hospital no Qatar. “Três semanas de pouco sono, muito estresse e muito trabalho podem ter esse efeito”, escreveu o Wahl na ocasião.
O profissional era um dos mais experientes jornalistas americanos em Copas do Mundo e estava trabalhando normalmente no estádio Lusail. Ele passou mal no local e foi levado para um hospital em Doha, mas não resistiu.
Grant Wahl estava em sua oitava cobertura de Copa do Mundo. No início do mundial ele foi “brevemente” detido por usar camisa com as cores do arco-íris em apoio à comunidade LGBTQ em um país onde as relações entre pessoas do mesmo sexo são ilegais.

Os colunistas são responsáveis por seu conteúdo e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal Making of.