25.6 C
fpolis
25.6 C
fpolis
quarta-feira, 31 janeiro, 2024

Cara ou Coroa, vai começar o jogo e o Mundial começou

A foto é da jogada do pênalti que Enner Valencia cobrou e fez 1 a 0, o mesmo Valencia marcaria o segundo na vitória da seleção do Equador sobre a do Catar, no jogo de abertura do Mundial 2022. Antes teve show.
Últimas notícias

1 – Cara ou Coroa

Há duas maneiras de se ver um Mundial de Futebol, que une países e que gera riqueza e empregos na região. Segundo a revista Forbes, o Catar gastou $ 220 bilhões de dólares em 12 anos; entre $ 6,5 bilhões a $ 10 bilhões na construção de sete estádios; a arrecadação de ingressos será de $ 4.7 bilhões; de direitos de transmissão $ 1,350 milhões e nos direitos de hospitalidades mais de $500 milhões. David Beckham, ex-jogador de futebol, recebeu $277 milhões, nos últimos 10 anos, para ser embaixador do Mundial. Mas o futebol se tornou parte da indústria do entretenimento, fazendo parte de um setor da economia capitalista. Há quem não goste.

Reprodução

2 – Coroa ou Cara

Os puros, os que acreditam que o futebol foi criado por pobres e roubado pelos ricos, sempre criticam: a morte de imigrantes na construção dos estádios; falta de leis trabalhistas; choque de culturas; proibição de venda de cerveja (como se no Brasil também não seja proibida); passagem cara; show de Olimpíadas; intervenção do VAR; os primeiros “rugidos” de benefício da arbitragem, mas esqueceram de combinar com Enner Valencia, jogador do Equador.

Reprodução

O Mundial começou no Uruguai em 1930; viajou pela Europa; América do Sul e do Norte; se dividiu entre a Coréia do Sul e Japão; esteve na África do Sul e há os que, por preconceito, ideologia, religião e racismo, não queriam que chegasse ao mundo árabe, no Oriente Médio.

3 – O “roubo”

A vitória da Inglaterra por 4 a 2 em 1966, na prorrogação contra a Alemanha, a mídia mostrou que a bola não entrou; chamaram os argentinos de animais; bateram em Pelé e esqueceram-se de Eusébio, que ficou fora da final. Mas o vilão foi o árbitro suíço Gottfried Dienst e o auxiliar russo Tofiq Bahramov, que viram a bola entrar.

4 – Mais tarde

Em 1986, no México, Argentinos e Ingleses jogaram a vaga para a semifinal e o “gringos”  venceram por 2 a 1, dois gols de Maradona, um deles atribuído a “mão de Deus”. O árbitro Alli Bin Nasser confirmou o gol e que todas as mídias da época mostraram o “roubo”, mas o adjetivo usado foi o de “picardia, malandragem”.

5 – A última Copa

Para cinco estrelas do futebol mundial: Cristiano Ronaldo por Portugal; Leonel Messi pela Argentina; Sergio Busquet pela Espanha; Gareth Bale pelo Pais de Gales e Roberto Lewandowski pela Polônia.

6 – Treinadores/jogadores

Mário Jorge Lobo Zagallo foi jogador e treinador campeão com a seleção brasileiro; Franz Beckenbauer como jogador e treinador da seleção da Alemanha e, no Catar, Didier Deschamps campeão como jogador pela França em 1998, como treinador em 2018 e tentará ser campeão pela segunda vez como técnico.

Há treinadores que estão no Catar e que jogaram mundiais como: Luiz Henrique pela Espanha; Alion Cisse pelo Senegal; Gare Southgate pela Inglaterra; Paulo Bento pela Coréia do Sul;  Rigoberto Song pelo Camarões; Otte Addo por Gana, Leonel Scaloni pela Argentina.

7 – Joseph Blater

Ex-presidente da FIFA, afastado por corrupção, no documentário Esquema da FIFA: “Hoje ninguém trabalha de graça no futebol”, completo que nenhum presidente eleito para dirigir os clubes brasileiros estão preparados para governar uma estrutura envolvendo tanto dinheiro.

8 – Messi x Cristiano

O ideal seria que a final fosse entre Portugal x Argentina, os dois merecem ter um título mundial de futebol. Escolha um ou você quer que seja Neymar Jr.?

Reprodução

9 – A seleção da Espanha vai de

Ansu 20; Gabi 19 e Nico 20 anos estão realizando o sonho de meninos e disputam o primeiro mundial. No Brasil Tite está levando Daniel Alves, com 39 anos, um tio perto deles. Ah, Pelé e de Zico, que têm quatro letras no apelido, como eles.

10 – Olivier e Benji

Reprodução

Oliver sonha em tornar-se o melhor jogador de futebol do mundo e, para alcançar seus objetivos, conta com a ajuda de Roberto, ex-jogador da Seleção Brasileira, e Benji, seu grande rival nos campos.

Lembram desta série japonesa que marcou uma geração, deixando os apaixonados pelo futebol com os olhos colados à televisão, gritando gol com os personagens? Relembre!

11 – Treinadores

Tanto Avaí como Figueirense, que anunciaram seus novos treinadores, não dispõem de uma cultura, o futebol é o que pensa e cultua o treinador do momento. O Avaí está trazendo Alex de Souza e o Figueirense Cristovão Borges, que irão atrair jogadores para, nos três primeiros meses do ano de 2023, disputarem o título estadual e Série B e Série C. Alex deve ter escutado alguns conselhos dos dois na foto abaixo.

Reprodução
Avatar photo
Paulo Brito
Paulo Brito nasceu em Florianópolis, graduou-se em jornalismo na PUC RS em 1972, mas desde 1971 exerce o ofício de comentarista esportivo, tendo trabalhado em jornais, rádios e televisões nas praças de POA, SP, BCN e FLN. Foi professor do IEE: - Instituto Estadual de Educação e no Colégio Catarinense, profissão que o levou a UFSC: - Universidade Federal de Santa Catarina onde permaneceu até 1998. Foi membro da Comissão que criou o Curso de Jornalismo na Federal de SC.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Old Spice lança segunda temporada de websérie

A campanha repete a parceria com o Combo Studio, responsável por desenvolver a animação, e conta também com uma...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }