Portal Making Of

Nada definido na decisão do Catarinense

Foto: Celso da Luz/Criciúma E.C.

1 – Primeiro jogo

Numa disputa do toma lá e da cá em Santa Catarina, no primeiro embate não houve definição porque no jogo de ida, no campo neutro de Itajaí, estádio Dr. Hercílio Luz, aonde havia mais criciumense do que brusquense, o Criciúma derrotou o Brusque por 2 a 1, “mas nada esta definido” como dizia Delfim Peixoto. A decisão será sábado que vem no estádio Heriberto Hülse, às 16h30, porque a TV aberta marca o dia e hora do jogo, como fazia o Roberto Alves nos anos 70 , para poder mostrar pela TV Cultura a decisão do carioca entre o Flamengo e o Fluminense, direto do Rio.

 

2 – Time da série A

Foto: Reprodução/MB TV Lives (YouTube)

Como pode um jogador do Criciúma entrar em campo sem autorização do árbitro? Ele não sabia? Pois entrou e levou um cartão amarelo e os jogadores do Criciúma reclamaram querendo justificar o injustificável. Eles não leram o livro de regras?

 

3 – Valor agregado

Quem agrega valor aos árbitros para usarem propaganda nos uniformes: o distintivo da FCF, da CBF ou da FIFA?

Se o arbitro usa do distintivo da FIFA em um jogo estadual, ele deve pedir licença a FIFA.

 

4 – Árbitros

Nestes jogos de ida pelos campeonato estaduais no Brasil eles se destacaram mais por “muita conversa e pouco ovo”.

 

5 – Time de Vila

Foto: Jhony Inácio e Rebeca Reis/Ag. Paulistão

No primeiro jogo pela decisão do Campeonato Paulista, entre Santos 1 x 0 Palmeiras foi disputado na Vila Belmiro, lembrei que no passado o Santos mandava seus grandes jogos no Pacaembu ou no Maracanã. O time lotava estes dois estádios. O Santos era um time nacional, como o Metropol era estadual. Hoje o Metropol não existe e o Santos virou um time da “Vila”.

 

6 – Estaduais

Foto: Marcelo Cortes / CRF

No Rio Flamengo meteu 3 a 0 no Iguaçu, mas na véspera Marcos Braz diretor do Flamengo pagou ao Iguaçu que liberou o artilheiro do time de nome Carlinhos, que no ano passado defendeu o Camboriú. Que jogada cheia de moral e ética para educar as crianças. O jogador custou 600 mil euros ao Iguaçu que equivale a R$ 3,2 milhões, valor de um título carioca.

 

7 – Não enxergam

Foto: Reprodução

Os analistas de desempenhos dos clubes catarinenses não enxergaram Carlinhos no Camboriú, hoje no Iguaçu e amanhã no Flamengo. Se enxergassem e o recomendasse, aos dirigentes dos nossos clubes e os treinadores contratariam Léo Gamalho, 38 anos, por pura inveja do Figueirense que trouxe Camilo 38 anos. O Carlinhos do Nova Iguaçu, com 27 anos, nossos analistas não enxergaram, mas enxergaram o Edmundo.

 

8 – Pênalti com delay

Nunca vi, mas vi no sábado pela TV o jogo Flamengo 3 x 0 Nova Iguaçu, porque o time treinado pelo Tite precisou da ajuda do árbitro, que marcou uma falta no lateral Ayrton Lucas dentro da área que caiu com “delay”.

 

9 – Moscão, filho do Giba Nahas e o Flamengo

Aprendeu torcer pelo Flamengo quando o pai servia a Marinha no Rio de Janeiro. Na caverna que anda entocado na Vila Operária do Saco dos Limões, contestou a nota sobre a compra do Carlinhos. Então perguntei o que ele faria se jogasse no Guarani da Palhoça e fosse comprado na véspera de uma decisão contra o Avaí na Ressacada? Se ele metesse um gol pelo Guarani e este ganhasse o título estadual, no dia seguinte quando fosse treinar, a Mancha não o deixava entrar no CT e nem circular pelo Carianos.

 

10 – Gaúcho x Nenê

Fotos: Divulgação/Grêmio e Fernando Alves/EC Juventude

Em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, o Juventude – com um ancião em campo, Nenê tem 42 anos, o time do Roger Carvalho empatou em zero a zero com Grêmio do Renato Gaúcho.

 

11 – Milito x Ronaldo

Foto: Pedro Souza / Galo

O argentino Gabriel Milito, que jogou no Barcelona do Ronaldo, chegou cheio de moral a Belo Horizonte para substituir Felipão, que foi chamado de burro pela torcida do Galo. Na estréia do argentino, contra o time de Ronaldo, o primeiro jogo terminou em 2 a 2. Domingo em BH tem a partida de volta entre os dois time: Atlético x Cruzeiro.

 

12 – Não servia

Foto: Divulgação/Reprodução

O Marco Aurélio Cunha tem razão: “os torcedores são cruéis com os jogadores formados na base”. Veja o caso de Lourenço que para jogar teve que sair de Florianópolis e hoje defende o Ceara que no primeiro jogo da decisão do cearense empatou em 0 a 0 com o Fortaleza.

 

13 – Rezas dos jogadores

Clima de Aleluia, Sexta-feira Santa, Ramadã e Jejum lembrei que quando os jogadores se ajoelham e pedem graças ao Senhor, eles não pedem para os adversários, pedem? Como é que Deus pode ser infiel ao contrário? Acreditam que a fé justifica os gols e as vitórias, mas será que esta mesma fé ajudará o Malafaia a não ser preso?

 

FIM

Os colunistas são responsáveis por seu conteúdo e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal Making of.

Compartilhe esses posts nas redes sociais:

Nódoa, Categoria e Resultados

1 – “Brusque” não esteve na festa Da premiação dos melhores que participaram do Campeonato Estadual de 2024, ano do Centenário da FCF, que realizada na segunda-feira 8,

Não existe Glória sem Honra

1 – Honra e Glória A glória sem honra na vale nada. Porque a honra se alcança pelas virtudes, talentos, boas ações e por características excepcionais. Faltou tudo

Nódoa, Categoria e Resultados

1 – “Brusque” não esteve na festa Da premiação dos melhores que participaram do Campeonato Estadual de 2024, ano do Centenário da FCF, que realizada na segunda-feira 8,

Não existe Glória sem Honra

1 – Honra e Glória A glória sem honra na vale nada. Porque a honra se alcança pelas virtudes, talentos, boas ações e por características excepcionais. Faltou tudo