Portal Making Of

Gramado não é para inexperiente

Foto: Reprodução/YouTub @Istoeavai

1 – Negativa de Emprestar

O gramado da Ressacada ficou pior. Ainda não serve e não passou pela vistoria da FCF, assim a direção consultou o Figueirense que se negou a emprestar, como fazia no início nos anos 70 antes da inauguração da Ressacada, o estádio Orlando Scarpelli para o jogo do Avaí contra o Brusque no próximo sábado, se deve ao comportamento selvagem de dois grupos de torcedores, que se dizem organizados, mas que se parecem muito mais que terroristas do que desportistas. E ainda…

 

2 – Compre que a torcida paga

Foto: Vivi Marques/Avaí FC

Quero ver se a torcida do Avaí pague a indenização que pedem pelo jogador Pedrinho, como se manifesta nas redes sociais, exigindo da diretoria do Avaí pagar o valor em milhões que o Ceará ou Internacional? Tá na hora da torcida provar o que o Miguel Livramento dizia: “Compre que a torcida paga”. Então abra uma conta no pix e pague.

 

3 – Volante

Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FC

Função e posição não é o número da camisa que define, mas sim as características que o jogador de futebol adquire durante a formação. Pedro Castro, que está chegando para o Avaí (deve ter dinheiro a receber no TRT) nunca será um  5, fez essa função em alguns jogos, quebrando o galho. Castro de 5 será outro. Os 5 que conheci e aos tenho como exemplos foram Judson, Lourival, Vanuza, Perivaldo…

 

4 – Resultados

Foto: Arthur Miranda

Dos jogos de quarta do estadual SC: Marcílio 2 x 0 Figueirense e Joinville 1 X 2 Concórdia. Faltam seis pontos precisam vencer um para continuarem na competição. No caso específico do Figueirense, que enfrenta a Chapecoense sábado, em Chapecó, ficará na obrigação de vencer ao Inter no dia 2 de março.

Foto: Divulgação/JEC

Pela Copa do Brasil, o Cruzeiro foi desclassificado ao perder por 2 a 0 pelo Souza da Paraíba. O treinador do Cruzeiro Nicolás Alarcon andou reclamando do calendário, agora não precisará mais pois terá mais tempo para treinar o time e não reclamar que andava jogando demais.

 

5 – Ruído na comunicação 

Foto: Reprodução

A faixa da torcida do Marcílio Dias, esticada, na frente da câmara de televisão, com um tamanho desproporcional provoca ruídos na publicidade comercial oficial. A FCF e a Associação dos Clubes deveriam proibir o exagero. Como está o público na frente da TV tem dificuldade de entender o que diz os textos nas placas comerciais oficiais.

 

6 – No Brasil

Os torcedores e entendidos em futebol acreditam que os jogadores, sob contratos, são propriedades como eram escravos no tempo da escravatura. Jogador não é objeto, é empregado com contrato incluindo cláusula de indenização. No fim do compromisso assinado cada jogador pode escolher onde quer trabalhar, como Mbappé, o mais valioso, está saindo livre, de graça parece para o Real Madrid. 

 

7 – Camisa?

Os jornalistas brasileiros militantes e torcedores, perguntaram qual será o número da camiseta que Mbappé irá usar no Real Madrid, tentando criar uma expectativa de disputa pela a de número 7, usada por Vinícius, Júnior. A de número 9 está reservada para Endrick, que chega em junho junto com Mbappé. Se você tem dúvida qual o numero da camisa que o francês ira usar, olhe o número da camisa de Modric, que esta sendo convidado para integrar o grupo da Comissão Técnica de Ancelotti.

Foto: Reprodução

 

8 – Impedido 

No VAR o D´Alonso só olha para ver se o jogador Poveda, o que fez o gol, estava ou não impedido. D´Alonso não enxerga a interferência de um ou outro jogador do Avaí no lance, deve ser por falta de exercício de visão periférica. Mas o árbitro central, o Abel deveria ter consultado o auxiliar, antes de decidir se apoiar-se nas imagens do VAR. Olhem este vídeo:

https://as.com/videos/primera-division/la-rfef-saca-el-audio-del-gol-anulado-del-derbi-y-pregunta-a-todos-los-arbitros-si-era- fuera-de-juego-v/

 

9 – Economia

Assistindo no canal Netflix a série: “Sunderland até morrer” ouvi que, a queda do clube para a terceira divisão na Inglaterra (corresponde a Série C no Brasil), afetou a economia da região prejudicando a produção de riqueza, economia e impostos. Será que no Brasil os dirigentes e torcedores se preocupam com isso? Então me diga-se alguém sabe os valores que as transferências de Raphinha, Arthur Chaves, Rafael Guimarães, Roberto Firmino e Felipe Luiz para o exterior, contribuíram para a economia da Capital?

 

10 – Por falar nisso no Flamengo

As declaração do diretor de Fla, Marcos Vaz – o rei do mundo do futebol na América Latina, disse que os argentinos: “Vão ter que vender a Bambonera” – estádio do Boca Júnior, por se manifestarem interessados em De Arrascaeta. Que bobo esse Vaz, por que se o jogador quiser e o Boca pagar em reais, o valor da rescisão escrita no contrato, ele vai para Buenos Aires e pronto!

 

11 – Árbitros de futebol

Quanto contribuem para a economia de Ibiraquera e Araranguá as atuações de Bráulio e Ramon como árbitros de futebol internacionais, quando retornam à cidade com dinheiro que ganharam apitando jogos pelo Brasil e América Latina?

 

12  Criciúma e o clássico

Foto: DIvulgação/CEC

Clássico na Liga da Região Mineira era o Copol. Os torcedores de hoje, que já foram moradores da Capital do Carvão; Capital dos Jeans; Cerâmica e Capital do Futebol  deram o apelido de Tigre ao Criciúma para disfarçar, porque são moradores de Urussanga, Treviso, Forquilhinhas, Maracajá, Araranguá, Cocal do Sul, Nova Veneza, Sideropolis, Morro da Fumaça e Içara e, nao vivem em Criciúma? Perderam o orgulho da terra onde nasceram, como uns e outros que vivem aqui por perto e, têm vergonha de dizer o nome da cidade que nasceram, dizendo que moram na Grande Florianópolis.

FIM

Os colunistas são responsáveis por seu conteúdo e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal Making of.

Compartilhe esses posts nas redes sociais:

Nódoa, Categoria e Resultados

1 – “Brusque” não esteve na festa Da premiação dos melhores que participaram do Campeonato Estadual de 2024, ano do Centenário da FCF, que realizada na segunda-feira 8,

Não existe Glória sem Honra

1 – Honra e Glória A glória sem honra na vale nada. Porque a honra se alcança pelas virtudes, talentos, boas ações e por características excepcionais. Faltou tudo

Nódoa, Categoria e Resultados

1 – “Brusque” não esteve na festa Da premiação dos melhores que participaram do Campeonato Estadual de 2024, ano do Centenário da FCF, que realizada na segunda-feira 8,

Não existe Glória sem Honra

1 – Honra e Glória A glória sem honra na vale nada. Porque a honra se alcança pelas virtudes, talentos, boas ações e por características excepcionais. Faltou tudo