Portal Making Of

O lado escuro dos dias de hoje

Reprodução

Às vezes surge a imagem do LP inovador do Pink Floyd, “Dark side of the moon” –  e sua ilustração de capa – em momentos mais difíceis de receber, processar e entender certos fatos que envolvem os tempos atuais. Com um detalhe: ao contrário do que está na capa histórica do álbum, a escuridão não se transforma em um prisma multicolorido.

Depois das cores predomina o breu.

Nesse lado dark tem tenta coisa que é difícil ficar indiferente. Como o sumiço do indianista e do jornalista inglês na Amazônia, quase uma terra sem lei, dominada por garimpeiros ilegais. E muitas notas de entidades oficiais, no início, indiferente ao drama, quase culpando os dois pelo que possa ter ocorrido.

Tem também a campanha sistemática para desacreditar as urnas eletrônicas. E o STF, embora, de vez em quando, a gente tenha críticas às decisões difíceis de entender de alguns ministros. É um filme replay do que já aconteceu lá nos Estados Unidos.

É difícil ser otimista no meio de tanta escuridão. Até na música. Quando se mergulha no bate boca entre artistas, envolvendo o chamado sertanejo universitário, o escândalo é grande. Envolve o agronegócio, interessado em financiar certos artistas para construir a imagem de que sem ele o brasileiro não tem comida na mesa. Sem falar na soma astronômica, paga por prefeituras paupérrimas, com retorno por baixo dos panos para agenciadores, segundo vários blogs informam.

Haja paciência e muito saber para ler as entrelinhas.

 

Mensagem direta

Quem tem calma e interesse em ler nas entrelinhas no noticiário político, percebe claramente que alguns colunistas selecionados recebem mensagens diretas, com as chamadas informações privilegiadas. Caberia ao jornalista selecionar o que recebe, pois um velho manual de redação diz que a notícia que procura defende seus interesses. Nem sempre isso acontece e o noticiário político fica sem lógica, com reviravoltas de um dia para outro.

 

Pingos

Antes espiava “Os Pingos nos Is” para entender qual era o processo daquele grupo de comentaristas da Jovem Pan. Hoje, olho de vez em quando para me divertir. Nem em desenho animado tem tanta gente malvada.

 

Sadi

A nova apresentadora do Estúdio I, das 14 às 16 horas na GloboNews, Andrea Sadi, estreou derrubando a audiência dos concorrentes no cabo. E causando polêmica, ao repreender ao vivo o comentarista nos Estados Unidos, Guga Chacra (veja aqui).

Sem Mária Beltrão, o estilo do programa mudou fortemente. Virou sisudo, com temas pesados, sem refresco. Será difícil manter esse estilo por muito tempo e, se Sadi criar um novo climão no estúdio, repreendendo mais gente, tende a ser um programa de curta existência.

 

Porchat

Ninguém dúvida do talento de Fabio Porchat. Mas, parece que ele não deu uma avaliada nesta chamada repetida à exaustão, com a participação lamentável do jornalista de Nova Iorque.

Os colunistas são responsáveis por seu conteúdo e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal Making of.

Compartilhe esses posts nas redes sociais:

SBT cai na real de audiência

As mudanças na programação do SBT, promovidas em março pela filha de Sílvio Santos, Daniela Beyruti, derrubaram a audiência do canal em São Paulo, maior

CBN recupera liderança de audiência

Pesquisa Kantar Ibope divulgada hoje, 10, mostra que a CBN recuperou a audiência em jornalismo/esportes que havia perdido para a Jovem Pan. Nos números obtidos

A mídia de joelhos

Os tabloides britânicos, entre eles The Sun e Daily Mail, e dezenas de artistas e influenciadores mundo afora ficaram de joelhos, envergonhados depois do anúncio

A estreia do Tá na Hora do SBT

O SBT enfim estreou ontem, 18, os programas de final de tarde chamados “Tá na hora”, o nacional, com Marcão do Povo e Cristina Rocha,

O que indicam os números do Ibope

As rádios que fazem jornalismo em Florianópolis disputam minuto a minuto a liderança no Kantar Ibope, conforme publicado por este Portal no início da semana

CBN e o fator Roberto Alves

Roberto Alves, aos 83 anos, se prepara para uma justa merecida aposentadoria depois de uma longa e vitoriosa carreira no rádio e na tv. É

Making of se renova aos 16 anos

Entregamos hoje aos leitores o novo design do Portal Making Of, quando chegamos aos 16 anos de atividades no formato “informação e opinião”. A ideia

O sucesso da Raquel incomoda

Raquel Krähenbül, 41 anos, é correspondente da Globo em Washington desde 2006 e ocupa posição de destaque entre os jornalistas que cobrem a Casa Branca.

Jornalistas ou influenciadores?

A desastrada experiência da Globo colocando influenciadores em vez de repórteres na transmissão do carnaval da Sapucaí não deve evitar mais experiências semelhantes. Ela, e

Boninho, o boçal

A tonelada de críticas sobre a cobertura dos desfiles na Sapucaí fariam qualquer responsável da Globo revisar a fórmula de usar influencers em vez de

O carnaval Globeleza caiu do pedestal

A Globo trocou jornalistas por influencers durante as transmissão das duas noite na Marquês de Sapucaí e se deu mal. Recebeu uma enxurrada de críticas

Carnavalescas

Já dizia o filósofo popular Nelson Ned, “na vida tudo passa, tudo passará.” E o carnaval não foge ao dito, ele vai passando diante de

Um nova crise na CNN

A CNN Brasil não consegue passar um bom tempo sem enfrentar uma crise de bastidores. A mais recente ocorreu no mês passado, o que resultou

MB TV é destaque no campeonato

Sem grande alarde de marketing, o grande destaque em mídia do catarinense 2024 é o canal MB TV – do site de jogos MagicBet777. É

A NSC liberou geral?

Aquelas normas e conceitos que balizam o Jornalismo, e adotadas pela Globo e demais afiliadas, parece que não valem mais na NSC. Liberou geral. Tudo

A picaretagem está no ar

A Netflix apresenta documentário em três capítulos contanto a história de jovens norte-americanos que criaram uma empresa fictícia de bitcoins chamada Centra Tech. Narrada por

Uma primeira semana da pesada!

O noticiário regional da primeira semana do ano novo foi dominado pela nomeação do filho do governador, Filipe Melo, para secretário do estado da Casa