Portal Making Of

A implosão da CNN Brasil

Desde que o criador da CNN Brasil, Douglas Tavolaro encheu de dinheiro os bolsos ao vender sua participação, a emissora, criada há três anos, vive aos sobressaltos. As demissões efetivadas ontem, 1º, atingiram mais de 120 colaboradores e vão impactar no produto, embora essa não tenha sido a missão do novo diretor, João Camargo, diretor de rádios e CEO do Grupo Esfera – que promove encontros de grandes grupos com políticos.

Três âncoras importantes, entretanto, vão continuar, Daniela Lima, Márcio Gomes e William Waack, mas seus programas terão que ser refeitos diante dos colegas que perderam. Daniela ficará, por exemplo, sem Kenzô Machida. A vassoura atingiu totalmente a equipe do Rio, a reportagem em Porto Alegre e em Florianópolis. O foco agora será Brasília.

 

Olha o foco

Na verdade foco é o problema da CNN. O erro original de sua criação foi buscar funcionários da Globo, bancando altos salários, que agora foram ceifados. Mais do que isso, a emissora mexeu tanto na programação que é difícil saber qual programa irá ao ar.

Outro erro foi mirar na concorrência com a GloboNews, que tem estrutura imensa, deixando o flanco aberto para a entrada da Jovem Pan, com programação voltada para o bolsonarismo.

Três emissoras a cabo disputando o mesmo mercado vai continuar sendo problema. A GloboNews tem a proteção gigantesca da emissora mãe e a Pan se segura na estrutura da rádio. Rádio, aliás, é outro problema da CNN, que não emplacou a sua e nem fez o devido link com a TV.

A tendência é que uma dessas cabos não sobreviva ao mercado. É muito provável que seja a tumultuada CNN, cujo dono é empresário mineiro do ramo da construção. A menos que a Jovem Pan perca as verba do esquema político que está deixando o poder.

Os colunistas são responsáveis por seu conteúdo e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal Making of.

Compartilhe esses posts nas redes sociais:

CBN recupera liderança de audiência

Pesquisa Kantar Ibope divulgada hoje, 10, mostra que a CBN recuperou a audiência em jornalismo/esportes que havia perdido para a Jovem Pan. Nos números obtidos

A mídia de joelhos

Os tabloides britânicos, entre eles The Sun e Daily Mail, e dezenas de artistas e influenciadores mundo afora ficaram de joelhos, envergonhados depois do anúncio

A estreia do Tá na Hora do SBT

O SBT enfim estreou ontem, 18, os programas de final de tarde chamados “Tá na hora”, o nacional, com Marcão do Povo e Cristina Rocha,

O que indicam os números do Ibope

As rádios que fazem jornalismo em Florianópolis disputam minuto a minuto a liderança no Kantar Ibope, conforme publicado por este Portal no início da semana

CBN e o fator Roberto Alves

Roberto Alves, aos 83 anos, se prepara para uma justa merecida aposentadoria depois de uma longa e vitoriosa carreira no rádio e na tv. É

Making of se renova aos 16 anos

Entregamos hoje aos leitores o novo design do Portal Making Of, quando chegamos aos 16 anos de atividades no formato “informação e opinião”. A ideia

O sucesso da Raquel incomoda

Raquel Krähenbül, 41 anos, é correspondente da Globo em Washington desde 2006 e ocupa posição de destaque entre os jornalistas que cobrem a Casa Branca.

CBN recupera liderança de audiência

Pesquisa Kantar Ibope divulgada hoje, 10, mostra que a CBN recuperou a audiência em jornalismo/esportes que havia perdido para a Jovem Pan. Nos números obtidos

A mídia de joelhos

Os tabloides britânicos, entre eles The Sun e Daily Mail, e dezenas de artistas e influenciadores mundo afora ficaram de joelhos, envergonhados depois do anúncio

A estreia do Tá na Hora do SBT

O SBT enfim estreou ontem, 18, os programas de final de tarde chamados “Tá na hora”, o nacional, com Marcão do Povo e Cristina Rocha,

O que indicam os números do Ibope

As rádios que fazem jornalismo em Florianópolis disputam minuto a minuto a liderança no Kantar Ibope, conforme publicado por este Portal no início da semana

CBN e o fator Roberto Alves

Roberto Alves, aos 83 anos, se prepara para uma justa merecida aposentadoria depois de uma longa e vitoriosa carreira no rádio e na tv. É

Making of se renova aos 16 anos

Entregamos hoje aos leitores o novo design do Portal Making Of, quando chegamos aos 16 anos de atividades no formato “informação e opinião”. A ideia

O sucesso da Raquel incomoda

Raquel Krähenbül, 41 anos, é correspondente da Globo em Washington desde 2006 e ocupa posição de destaque entre os jornalistas que cobrem a Casa Branca.