11.5 C
fpolis
11.5 C
fpolis
sexta-feira, 20 maio, 2022

Bomba armada

Últimas notícias
Bomba armada
Crédito: Pixabay

Nova modalidade do Governo é atirar com a PEC do Calote e agir em 3 frentes distintas. Além de furar o teto de gastos públicos, dar calote a credores do Estado, o Governo também dará uma bela pedalada fiscal, ou seja, foi autorizado pelo Congresso a fazer um tipo de manobra contábil para cumprir as metas fiscais, fazendo parecer que haveria equilíbrio entre gastos e despesas nas contas públicas. Lembrando que a pedalada fiscal é o mesmo tipo de manobra contábil que tirou a Dilma da Presidência e que contou com o voto favorável ao impeachment (“com direito” a exaltação vergonhosa a um torturador) do então Deputado Jair Bolsonaro, agora será novamente usada pelo próprio e com o abono no Congresso.

 

Com a desculpa de fazer caixa para o pagamento do Auxilio Brasil e a intenção de se tornar “bolsa eleição”, a PEC vai permitir ao Governo empurrar literalmente com a barriga pelo menos 50 bilhões de despesa fiscal de 2022 para 2023. A bomba está armada no colo do próximo Presidente e o atual Governo joga por terra dois importantes elementos de sustentação para a credibilidade dos investidores: a segurança jurídica e a efetividade das decisões judiciais. Outro pilar da sustentação da credibilidade dos investidores é a própria credibilidade do Presidente e de sua equipe econômica, porém esse pilar está sensivelmente corroído pela gestão desastrosa da pandemia e da economia.

 

Quando a credibilidade dos investidores cai, a bolsa de valores cai e o dólar sobe. A pressão sobre o dólar gera além de outros aumentos, o aumento dos combustíveis que acabam indexando o preço de produtos e serviços com novos aumentos e nessa bola de neve, a conta vai ser paga por quem não tem nada a ver com essa desorganização administrativa do Governo Federal. A bomba foi armada, mas o tiro pode ser no pé.

Janine Alves
Graduada em Economia e doutora em Gestão do Conhecimento, faz parte do Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Conhecimento, Aprendizagem e Memória Organizacional (Interdisciplinary research group on knowledge, learning and organizational memory), núcleo de excelência em pesquisa científica e tecnológica, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento (PPGEGC/UFSC). Trabalhou como: professora da UFSC e Univali, colunista de economia do Grupo RIC Record (Jornal Notícias do Dia e Ric Record TV) e analista de economia na RBS - TV/ NSC - Diário Catarinense, Consultora de Economia Internacional para a CIP Cosultores – Espanha, Diretora do Escritório do Governo da Galicia/Espanha no Brasil, Diretora de Integração Internacional e Consultora de Economia do Governo de Santa Catarina (Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Assuntos Internacionais), etc.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Congresso ACAERT tem início neste domingo com palestra de Hamilton Mourão

O 18º Congresso Catarinense de Rádio e Televisão, que a Acaert - Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }