14.4 C
fpolis
14.4 C
fpolis
quarta-feira, 18 maio, 2022

Nossa Jogada

Últimas notícias

[ad_1]

Nossa Jogada

Reprodução/TV Globo

1 – A homenagem a Sabarah*

Um amigo singular. Iluminado. Nem no seu melhor sonho de menino sonhou em jogar no Maracanã contra o Vasco da Gama, excursionar com o Avaí pelas Américas e cantar para todo o Brasil, na TV Globo. Olhando a foto, ele está mais contente que quando ganhou a primeira chuteira. Defendeu o Figueirense até 1971, no estádio ao lado do bairro onde nasceu, a Coloninha, no Estreito. Em 1972, se transferiu para o Avaí, em 1976 excursionou com o time por países na América do Sul, Central e no México. Em todas as cidades, quando estava de folga, entrava em alguma casa de show, Sabará subia ao palco acompanhado por Rubão, Jaíco, Luiz Everton, Veneza e Celsinho. Um iluminado!

 

2 – O Estadual 22

Sábado (19) e domingo (20) o campeonato estadual de 2022 teve prosseguimento com os seguintes resultados: Avaí 2×1 Concórdia; Juventus 0x2 Figueirense; Marcílio 0x0 Hercílio Luz; Próspera 2×2 Joinville; Chapecoense 1×1 Camboriú e Brusque 3×1 Barra. Com estes resultados e faltando duas rodadas, o líder é o Hercílio com 18 pg; Brusque e Camboriú com 17; e Chapecoense, com 16, classificados para a fase seguinte. Concórdia, com 14; Figueirense, 11; Barra e Próspera, 10; Marcílio e Avaí, 9; Joinville, com 8, disputam as quatro vagas que restam. Juventus, com 6 pg, terá que ganhar os dois jogos que lhe restam contra o Concórdia e Camboriú para escapar do rebaixamento à Série B.

 

3 – Copa do Brasil 22

Amanhã, terça-feira, dia 22, às 16h30, em Lagarto, no Sergipe, o Figueirense, com transmissão de TV, joga contra o time local pela primeira fase da Copa do Brasil e, no mesmo dia, às 21h30, o Avaí enfrenta o URT – União Recreativa dos Trabalhadores da cidade de Patos de Minas, região do Alto Paranaíba, em Minas Gerais. Avaí e Figueirense só necessitam empatar.

 

4 – A ilusão do futebol


Divulgação Avaí

No ano passado, a torcida do Avaí fez um escárnio do Figueirense quando este conquistou a Copa Santa Catarina e o direito de disputar a Copa do Brasil. Não faltou desdém, desmerecendo o rival. Neste último sábado, dia 19 de fevereiro, os mesmos torcedores do Avaí festejaram uma vitória contra o Concórdia. Mas não foi só o torcedor. A turma do rádio só faltou desfraldar uma bandeira na Ressacada. O público heterogêneo foi para o espaço. O futebol é assim: cruza-se os dedos, renovam as esperanças e rezam por uma santa nos vestiários. Estamos em fevereiro e até novembro muita coisa pode mudar. Ah, eles não falaram que quem deu ritmo ao time do Avaí, que estava perdendo para o Concórdia por 1 a 0, foram os “juvenis: Arthur Chaves, Igor, Macáe, Gustavo, Lipi, Rômulo e Jô, que não mereceram nenhum elogio, porque escolheram como salvador quem marca gols e preferiram dar a Muriqui, autor do segundo gol, que recebeu as honras e glórias dos poucos mais de 3 mil de torcedores presentes no estádio. Mas, não foi só na Ilha, em Cuiabá a turma da mídia carioca e nacional torceu e ficou triste com a derrota do Flamengo para o Atlético MG nos pênaltis, na disputa do título pela Recopa Brasileira.

 

5 – Sem time e na coletiva

O presidente do Avaí, na entrevista da semana, repetiu as palavras de ordem usadas na campanha eleitoral de 2021: como a herança da dívida de 87 milhões; mostrou-se insatisfeito com alguns jogadores e disse que acredita que o time consiga se classificar, ficando entre os oito classificados para a fase seguinte do Estadual. Mas Júlio Heerdt tinha conhecimento da dívida e mesmo assim continua contratando, o último nome é Bressan, que jogou no Grêmio, formando uma defesa com Edilson, Geromel, Bressan e Cortez.

 

6 – Figueirense

Tem 11 pontos ganhos, os mesmos do ano passado, quando ficou em 9º lugar e ficou de fora. O Hercílio Luz, com 12 pontos em 2021, se classificou em 8º lugar. O Figueirense pode definir sua classificação no sábado dia 26, no Estádio Orlando Scarpelli, quando enfrentará o Avaí. A turma do Roberto não acredita no time de Junior Rocha.

 

7 – A proibição do prefeito de Brusque

Se o clube, como uma sociedade civil, proibir a entrada de sócios com camisas de outros clubes, trata-se de uma medida fundamentada nos estatutos, mas a partir do instante que permite a entrada de convidado mediante pagamento de ingressos, a medida passa a ser inconstitucional. E o prefeito da cidade não tem poder para impedir, quem quer que seja, de andar vestido como goste em um estádio de futebol ou na rua da cidade. Isto só aconteceu na China de Mao Tsé-tung.

 

8 – Juniores no time

Artur Chaves, Macaé, Lipi, Igor, Gustavo, Rômulo e Jô (sete da base) foram bem, deram raça e equilíbrio ao time para que Copete e Muriqui brilhassem na vitória contra o Concordia, de virada por 2 a 1, perante a torcida. Olhando a contração, que chegaram, penso em desperdício! Lembrei do Moisés Cândido, em 2009, negando contrações solicitadas pelo Paulo Silas…

 

9 – Treineiro

Para que serve treinador de goleiros? Por que o Wladimir não poderia estar com aquele corpo se não estivesse sendo exigido? E ainda, por que estes treinadores de goleiros não revelam nenhum arqueiro na base do time?

 

10 – Que seca

Há 15 anos os clubes brasileiros ganharam um único mundial, e os europeus ganharam outros 14 títulos, alguns deles com jogadores brasileiros que nunca jogaram no primeiro quadro de alguma equipe brasileira. Em 15 edições, a única vitória foi do Corinthians, em 2012.

 

11 – Públicos

Nos três jogos realizados em casa, o Figueirense registrou um público de 8.676 pagantes e o Avaí, com quatro jogos, registrou 12. 936 pagantes. Nesta fase preliminar do Estadual22, o clássico será no Scarpelli, e o número de pagantes poderá ultrapassar 10.937 pessoas que foram à Ressacada, quando da disputa pela Recopa. O resultado do dia 26 poderá definir se teremos outros dois clássicos até o final do Estadual.

Fim.

______________________________________________________________

* Conheci o Sabará como jogador de futebol em 1973, quando se transferiu do Figueirense para o Avaí. Tinha 21 anos. Era ponta direita. Wilson Rodrigues da Costa nasceu no bairro da Coloninha, no Estreito, no dia 27 de maio de 1952 e na adolescência quando jogava futebol, nas ruas do bairro e nos juvenis do Figueirense, ganhou o apelido de Sabará, em homenagem ao Sabará, ponta direita do Vasco da Gama dos anos 50, quando formava “ataque” com: …, Livinho, Vavá, Valter e Pinga. Wilson Costa como jogador de futebol profissional passou pelo Avaí de 72 a 76, dai ao Paysandu de Brusque até 78, Iguaçu e Fortaleza de 79 a 80 onde pendurou as chuteiras. No retorno ao bairro da Coloninha e Estreito foi nomeado Juiz de Paz. Nunca perdeu o apelido de Sabará e em 1980 criou o grupo musical Senti Firmeza, depois atuou como solista e puxador de samba da Unidos da Coloninha, Escola de Samba do bairro onde nasceu. Neste domingo, dia 20/02 participou de um programa musical na TV Globo, cantando para todo o Brasil, no The Voice. Um amigo de fé.

[ad_2]

Source link

Paulo Brito
Paulo Brito nasceu em Florianópolis, graduou-se em jornalismo na PUC RS em 1972, mas desde 1971 exerce o ofício de comentarista esportivo, tendo trabalhado em jornais, rádios e televisões nas praças de POA, SP, BCN e FLN. Foi professor do IEE: - Instituto Estadual de Educação e no Colégio Catarinense, profissão que o levou a UFSC: - Universidade Federal de Santa Catarina onde permaneceu até 1998. Foi membro da Comissão que criou o Curso de Jornalismo na Federal de SC.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Globo demite chefe de jornalismo citado em investigação do MP

A Globo demitiu ontem, 17, Tyndaro Menezes, premiado chefe do núcleo de jornalismo investigativo da emissora. Ele atuava há...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }