18.6 C
fpolis
18.6 C
fpolis
quinta-feira, 26 maio, 2022

Nossa Jogada: Especial de fim de ano

Últimas notícias
Nossa Jogada: Especial de fim de ano
Reprodução

1 – Invadiram o Paraíso

Era as quartas-feiras! Noite de futebolzinho, de cerveja no boteco “pé-sujo” e de jogar conversa fora. Às vezes sobrava tempo para passar na “boca”, beber a última e olhar as moças. Noite de sair com os amigos; ir ao estádio; assistir ao jogo do time; encontrar amigos; esquecer da conta de luz e do gás; de sonhar. Noite da liberdade. Então elas decidiram que também tinham direitos a uma quarta-feira, hoje jogam, comentam e apitam futebol. Aquele mundo que era só nosso, acabou! 

 

2 – Indiscutível

Ele deu vida e alma a esse número. Nós só temos o Pelé. Nenhum outro jogador brasileiro se assemelha a ele. Nenhum outro disputou quatro Copa do Mundo; ganhou três e marcou mais de 1.200 gols. Não importa que alguns gols foram na Seleção do Exército e, que outros, não tenham sido em jogos oficiais. Pelé ainda vive, passou o natal com a família. Obrigado Pelé! 

 

3 – Amigos até o Catar


Reprodução/Ascom

Amigos como nunca. Luiz Suares disse que, pela primeira vez, um uruguaio, um argentino e um brasileiros se reuniam, sem brigarem, jogavam, bebiam, festejavam como outros amigos. Um deles está separado (LS), mas volta e meia se reúnem em Castelldefels, a 20 km de Barcelona e relembram, o quanto se divertiram, quando entretinham as pessoas. Conquistaram quase todos os títulos, mas quando chegar dezembro de 2022, no Catar, eles estarão separados, serão adversários, como sempre foram antes de se juntarem em Barcelona.

 

4 – Em fevreiro tem Mundial

 
Reprodução

Leila Pereira é a presidente do Palmeiras, time da Mancha dos machistas, briguentos e insuportáveis. Mas o “macho”, o zagueiro bandido, é um paraguaio que não é falsificado, nem foi comprado na “galeria Page” na Rua 25 de Março. É ele o que grita, marca, faz gols e que manda dentro de campo, no time dirigido pelo português Abel Ferreira, bi-campeão da Libertadores. Vai tentar, pela segunda vez, ser campeão do mundo de clubes de futebol e a final poderá ser contra o Chelsea, neste fevereiro que se aproxima.

 

5 – Certeza e dúvidas

 
Reprodução/Ascom

Iria resolver todos os erros de um jogo de futebol. Terminar com as desculpas dos perdedores. Gerou, em 2021, mais dúvidas. O futebol é um jogo imperfeito, como a vida. Entretém milhões de pessoas nos estádios e na frente de algum aparelho eletrônico, onde, com o VAR, a vida volta no tempo,  retorna e tenta corrigir os erros que o vídeo aponta. Mas o perdedor nunca se contenta e briga com as imagens. O VAR é como dizia Chacrinha: “Eu vim para confundir e não para explicar”!

 

6 – Vazio


Reprodução

Assistir a um jogo de futebol em 2022 vai ser em casa. O “vírus” mudou de nome e continua ativo. Na Alemanha os estádios ficarão vazios quando o futebol voltar depois do frio de janeiro. Na Inglaterra a FA adia jogos, transfere, na Espanha pode proibir a presença de público no clássico Real x Barcelona. No Brasil há quem negue. Continuamos sendo vacinados, mas usando máscaras. Há uma possibilidade dos jogos de futebol no Brasil serem disputados com os estádios vazios.

 

7 – O Padrinho, o Chefão

 
Reprodução/Figueirense

É ele que manda. Perderam 10 anos e voltaram a estava zero. Quando ele assumiu, por indicação do doutor Antônio Miranda, o Figueirense estava na Série C, sem dividas graças ao presidente José Carlos. PPP e sua turma estão tentando resolver, porque os conselheiros insatisfeitos de que o clube só recebia 10% do faturamento da Figueirense Participações, se reuniram transformando tudo em um caos. Agora, com base numa lei federal, PP volta como o fez nos anos 90 do século XX. O Figueirense tem time, está treinando e saiu na frente de todos os outros para as disputas da Recopa, Estadual e Copa do Brasil. Leia aqui.

 

8 – O novo, que quer mudar


Julio Heerdt, presidente do Avaí.

“O trabalho de atletas e funcionários é fundamental para o Avaí e é inadmissível supor que quaisquer obrigações contratuais deixarão de ser pagas pelos novos gestores”. E continua: “Antes da posse estamos analisando a situação financeira do clube e apresentaremos os números em detalhes”… Mas ele não sabia antes de se candidatar? Os atrasados se negocia, o que a turma quer é um treinador e um time. Dia primeiro saberemos pela rede social dele ou talvez através da “assessoria” do Avaí.

 

9 – Virou patrão, agora manda


Reprodução

E demitiu o Wanderley Luxemburgo. O presidente do Cruzeiro, que não manda mais, renovou com o Luxemburgo por dois anos e contratou um jogador. Eles não têm jeito. Mas veja na foto acima, a carinha que o Ronaldo Nazário tinha. Diz o ex que Ronaldo vá gastar R$ 400 milhões e negociar uma dividia de 1 bilhão, montar um time para disputar a segunda divisão do Brasileiro. Ser dono de um time de futebol ele sabe, é dono de um na Espanha. Se eu fosse ele apostava no Alex (Alexsandro de Souza), nas especulam Silvinho, que treina o Corinthians.


Divulgação

 

10 – Torcedor

O candidato dele perdeu a eleição no Avaí. Dão quer ser o governador em 2023, que minha irmã Vera Brito diz que o Carlos Moisés está reeleito, por ter apoio da polícia e da educação. Quanto ao Avaí, não sei se o Dão irá continuar colaborando, como colaborava quando o Totti e o Amaro eram dirigentes. Na foto abaixo junto com Tonolli, Cacau Ávila, Dão, (?) e Heninho, todos no alambrado do velho Adolfo Konder.

 
Reprodução

 

11 – Pinga, Lauro Burigo e Guardiola

Uma vez escutei do Lauro Burigo de que ele precisava de um jogador que soubesse jogar de “bico a bico”, do bico de uma área ao bico da outra área. Escutei outra de que os zagueiros tinham que ficar numa linha onde a bola caia, depois de uma chute de tiro de meta ou do goleiro. A terceira lição foi me responder porque a função do Pinga, lateral direito era pelo meio quando atacava. Pois olhe na foto abaixo onde estão os laterais Cancelo e Zinchenco do Manchester City, time treinado por Pepe Guardiola? Quanto a lição do bico a bico, você deve ter lido a expressão inglesa: “box-to-box”, que significa “de área à área”. A idéia do Pepe e do Lauro, está no livro “Herr Pep”, obra de Martí Perarnau publicada em 2014, quando Guardiola passou pelo Bayern de Munique.


Reprodução

 

12 – De onde vem o dinheiro, limpo?

Todo o dinheiro que o Atlético-MG dizem: virá dos cofres do clube. Estes senhores na foto: Rubens Menin, Rafael Menin, Ricardo Guimarães e Renato Salvador, são os mecenas, que colocaram em 2021 – R$ 400 milhões. Dizem que não irão cobrar. Colocaram dinheiro em troca de nada? Estes senhores representam as empresas: MRV; Banco Inter; Banco BMG e Hospital Mater Dei. O Atlético deve R$ 1,3 bilhão. Quem vai pagar?


Reprodução

 

13 – Paulo Souza, Polônia e Flamengo

Ele pagou a multa que estava no contrato e ficou livre para aceitar a proposta de trabalhar no Flamengo. Qual é o problema? Se até os votos e juras, perante ela, pais, testemunhas e amigos numa cerimônia religiosa ou no civil, você rompe. E olha que jurou ficar junto até que a morte os separem juntos na pobreza, na saúde, na doença, na miséria e anos depois há quem esqueça os votos e as juras. Em todo contrato de trabalho há uma clausula em que o empregado e o empregador podem rescindir. Esta em todos os contratos de profissionais de clubes de futebol. Que bobagem de achar que no futebol tudo é diferente.

 

14 – Quando teremos um igual

Bilbao, norte da Espanha, uma cidade como Porto Alegre e Curitiba.

Fim.

 

Paulo Brito
Paulo Brito nasceu em Florianópolis, graduou-se em jornalismo na PUC RS em 1972, mas desde 1971 exerce o ofício de comentarista esportivo, tendo trabalhado em jornais, rádios e televisões nas praças de POA, SP, BCN e FLN. Foi professor do IEE: - Instituto Estadual de Educação e no Colégio Catarinense, profissão que o levou a UFSC: - Universidade Federal de Santa Catarina onde permaneceu até 1998. Foi membro da Comissão que criou o Curso de Jornalismo na Federal de SC.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Protocolado o pedido de reunião extraordinária da executiva do MDB

Pouco antes das 15h, desta quinta (26), chegou à executiva do MDB, na sede do Diretório Estadual, em Florianópolis,...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }