18.2 C
fpolis
18.5 C
fpolis
sábado, 25 junho, 2022

Um sonho; o Gato; o morto mata; o circo, a lona e especial one

Reprodução
Últimas notícias

1 – Quase. Parecia um sonho

O Avaí virava o primeiro tempo do jogo vencendo o Atlético por 1 a 0 e estava na quarta colocação. Era como uma lembrança da Série B. Estava no G4, mas faltou intensidade no segundo tempo. Num instante Hulk e Sasha, personagens de revista em quadrinhos, fizeram os gols para o adversário e o Avaí voltou para casa reclamando do árbitro Jeferson Ferreira, goiano. O futebol não muda e não ignora.

2 – Gato Felix, o juiz

Reprodução

Nos anos 70, o Figueirense enfrentou o Atlético, no Mineirão, e voltou reclamando do árbitro carioca Luis Carlos Felix, na foto. Em uma de suas passagens por Florianópolis, João Salum o levou para tomar um café no Ponto Chic, quando revelou o apelido que ganhara na Ilha: Gato Felix. Ele riu. Por isso, quando um time de futebol de Florianópolis vai jogar no Mineirão, lembro do ”Gato Felix”, um personagem das histórias de quadrinhos daquela época, como Hulk e Sasha.

3 – A ferramenta

O VAR é um recurso eletrônico de ajuda a arbitragem, uma “ferramenta” que deve ser usada em quatro situações: impedimento; se a bola ultrapassou a linha; cartão amarelo ou vermelho e se a falta foi dentro da área. É como um morto que mata, que suspende o encantamento por minutos e, em seguida, traz a decisão: “não aconteceu nada, segue o jogo”. O VAR não apita e não cabe analisar erros do árbitro em uma cobrança de lateral.

4 – Na expulsão do Douglas

Não era para sair da área do jeito que saiu. Sabia que se fizesse falta seria expulso. Às vezes é melhor entregar um anel do que perder os dedos. Douglas vai fazer falta no próximo jogo, sábado, na Ressacada, contra o São Paulo. Barroca terá que escolher entre o “condenado” Gledson e Wladmir.

5 – Vitória do Figueira

É para lembrar aos torcedores que os jogadores, campeonato e adversários são de Terceira Divisão. Não fique exigindo qualidade, habilidade e excelência em um time de Série C. O objetivo é ganhar e terminar entre os oito primeiros colocados, para depois, em jogos eliminatórios, conseguir ficar entre os quatro a serem promovidos. O Figueirense venceu o Ferroviário, por 1 a 0, gol foi de Gustavo e Junior Rocha – o treinador, disse que foi um jogo difícil. Tem mais pela frente e não existe jogo fácil.

Reprodução

6 – O Circo e a lona.

Quando inventaram o Circo, inventaram o furão, aquele que entra por baixo da lona. Isto se repetiu sábado, em Saint-Denis, antes de Real Madrid 1 x 0 Liverpool. Torcedores ingleses, com ingressos falsos foram barrados, alguns pularam grade e entraram. A PM foi chamada. Isto ocorreu no lado dos ingleses. Do lado espanhol não. E essa estratégia de forçar a entrada com ingressos falso, de criar o ambiente de invasão é comum no Maracanã e em São Paulo. Na França não deu certo, mas atrasou o inicio da decisão em mais de 30 minutos.

7 – O Real Madrid ganha

Reprodução

Pela 14ª essa taça e o título de campeão da Champions, desta vez com um gol de Vinicius Junior, em um jogo no qual o goleiro Courtois foi o melhor. Salah não conseguiu a revanche tão esperada. E a temporada 23/24 da Champions, começa com o sorteio no dia 25 de agosto e, o inicio dos grupos nos dias 6 e 7 de setembro. Madrid e Liverpool estão classificados.

8 – Vini e o Presidente

Na quinta-feira, dia 26, durante a viagem de Madrid para Paris, o presidente Florentino Perez queria saber de Vinicius Junior, o que ele pensava e escutou a seguinte resposta: “Ganhamos seguro!”, respondeu sorrindo e no jogo marcou o gol da vitória.

9 – Especial One

Das 14 conquistas do Real Madrid esta é a mais especial, porque o time espanhol chegou ao título vencendo PSG, Chelsea, Manchester City e Liverpool – os quatro maiores clubes da Europa, que todos acreditavam ser melhores que o Real. Por esta razão o título se tornou especial!

10 – O ativismo político

O futebol se deixa levar pelas causas dos outros e esquecem as suas: a violência por exemplo. O ativismo político é uma forma que se usa como instrumento com a desculpa de mudar o mundo. Ultimamente o futebol tem sido um instrumento destas causas. Mas deveria começar a mudar as relações sociais entre torcedores; jogadores; adversários e árbitros… Para evitar tocaias a torcedores do Joinville, na frente da Ressacada, quando aqueles vieram a capital assistir a um jogo de futebol e não participar de uma guerra. A FCF, CBF e FIFA que iniciem campanhas que não sejam só “racismo no”, fair play e que puna os selvagens. Que tal trocar a violência pela liberdade e o medo pelo desejo?

11 – Resultados do futebol

Campeonatos Brasileiros: Série A -
Atlético-MG 2 x 1 Avaí; Série B
- Ponte Preta 0 x 0 Chapecoense, Vasco 2 x 0 Brusque, Criciúma 0 x 1 Cruzeiro; Série C
- Figueirense 1 x 0 Ferroviário-CE; Série D
- Aimoré 2 x 0 Juventus,
Marcílio Dias 1 x 1 São Luiz
e Próspera 1 x 2 Caxias. Pelo Campeonato Brasileiro Feminino – Série A1: Corinthians 4 x 0 Avaí.

FIM.

Paulo Brito
Paulo Brito nasceu em Florianópolis, graduou-se em jornalismo na PUC RS em 1972, mas desde 1971 exerce o ofício de comentarista esportivo, tendo trabalhado em jornais, rádios e televisões nas praças de POA, SP, BCN e FLN. Foi professor do IEE: - Instituto Estadual de Educação e no Colégio Catarinense, profissão que o levou a UFSC: - Universidade Federal de Santa Catarina onde permaneceu até 1998. Foi membro da Comissão que criou o Curso de Jornalismo na Federal de SC.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Primeiro livro sobre dança contemporânea voltado para crianças em SC

Não é possível medir com exatidão os resultados de um projeto cultural porque há sempre uma imensidão entre os...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }