21.1 C
fpolis
21.1 C
fpolis
quinta-feira, 1 fevereiro, 2024

Prepare o bolso

Últimas notícias
Prepare o bolso
Ambev/Divulgação

A Ambev, dona de marcas como Patagônia, Spaten, Stella Artois, Colorado, Skol, Brahma e Antarctica, deve aumentar o preço das cervejas a partir deste sábado (2). A empresa não oficializou um percentual mas diz que “os reajustes podem variar entre regiões, marcas, embalagens e segmentos”.

Revendedores acreditam em um aumento entre 5 e 6% em linha com “variação da inflação, variação de custos, câmbio e carga tributária”, conforme informa o comunicado da empresa. 

A Heineken ainda não se posicionou oficialmente sobre o assunto. Mas a tendência é que também corrija os preços nas próximas semanas tendo em vista o custo de insumos, energia e também em função do tradicional aumento no consumo durante as festas de fim de ano e verão.

____

 

PROIBIDONA


Samuel Adams/Divulgação

A tradicional cervejaria Samuel Adams está lançando uma cerveja que, de tão alcoólica, é considerada ilegal em 15 estados americanos (entre eles Arkansas, Georgia, Carolina do Norte e West Virginia). A Utopia é uma edição limitada, envelhecida por até 24 anos em barris de carvalho, contém 28% de teor alcoólico – quase seis vezes mais potente que a tradicional Pilsen.  

O novo lote da American Strong Ale chega às prateleiras em 11 de outubro. São apenas 13 mil garrafas com preço de varejo de aproximadamente US$ 240 (aproximadamente R$ 1.300) para uma garrafa de 750 ml.

____

 

PRODUÇÃO LIMITADA


Goose Island/Divulgação

Outra cerveja de produção muito restrita chegou agora em setembro ao mercado brasileiro. A Bourbon County 2020, produzida pela Goose Island, é uma Imperial Stout com 14% de teor alcoólico e um caráter quase licoroso. Ela é envelhecida em barris utilizados anteriormente para maturação de três tradicionais destilarias americanas: Heaven Hill, Buffalo Trace e Wild Turkey. O Brasil recebeu apenas 2 mil litros da bebida. A garrafa de 500 ml está sendo vendida por aproximadamente R$ 150 no Empório da Cerveja.

____

 

COMEMORATIVA


Schornstein/Divulgação

A Schornstein, de Pomerode, também está lançando uma cerveja especial para comemorar os 15 anos de fundação. A Doppelbock tem 7,9% de teor alcoólico, notas marcantes de caramelo, toffee e frutas passas. A cerveja foi acondicionada em uma garrafa de espumante com rolha, o que garante um ar elegante para a bebida. Segundo a Schornstein, ela harmoniza com carnes nobres e de caça, e sobremesas como o banoffee. A venda também é feita pela internet, no site da CBCA.

____

 

VINTAGE


Reprodução

Famoso nas pistas de danças o brasileiro Lukas Ruiz, mais conhecido como Vintage Culture, está investindo no segmento de bebidas. Ele comprou parte do negócio da vodka Ministry e do gin Mozaiki. As bebidas são produzidas na região de Kashin, na Rússia. “Ter como sócio alguém como Vintage Culture faz com que o nosso posicionamento em relação ao cenário eletrônico musical seja reforçado. Essa união significa um novo futuro para as marcas, pensando em um cenário de reconhecimento internacional”, diz o CEO da empresa, e também brasileiro, Jow Sendeski

____

 

PARQUE TEMÁTICO


Black Pig/Divulgação

A marca de gin mais premiada da Europa criou o primeiro e único parque temático no mundo dedicado à bebida. O parque Vila do Gin fica anexo à destilaria Black Pig, 150 kms ao sul de Lisboa. O espaço tem capacidade para até 1.200 pessoas e conta com visitas guiadas para os adultos. A degustação de gin e tapas custa em torno de 240 reais para duas pessoas. 

Enquanto isso as crianças podem se divertir em um parque infantil, ou fazer o “safari” a bordo de uma espécie de garrafa gigante. Os visitantes podem ainda percorrer uma trilha que atravessa uma área de preservação, e que abriga alguns dos botânicos usados para a produção da bebida e, aos finais de semana, acompanhar uma apresentação teatral que retrata o processo de produção da bebida.  

____

 

EXPERIÊNCIA


Giordani Turismo/Divulgação

Por aqui a Giordani Turismo, que opera roteiros como a Maria Fumaça no Vale dos Vinhedos, deve ampliar a oferta de experiências relacionadas à produção e consumo do vinho. A decisão foi tomada depois do sucesso do Circuito do Vinho, realizado em paralelo à Wine South America. As vagas se esgotaram um mês antes do WSA. 

O roteiro passou por 14 vinícolas ao longo de seis dias, proporcionando aos participantes experiências únicas como a hospedagem em propriedades rurais, passeios em veículos utilizados no transporte da safra, e o contato com produtores e enólogos de grandes empresas, vinícolas boutiques e pequenas propriedades.

Avatar photo
Jefferson Douglas da Silva
Jornalista com especialização em Gestão de Marcas, tem mais de 30 anos de experiência em telejornalismo, comunicação corporativa e governamental. Estuda o setor de bebidas desde 1995, tendo formação em coquetelaria (Senac), produção de cerveja artesanal (Escola Superior de Cerveja e Malte) e produção de gin (Inovbev/Esalq). É sommelier de cachaças (Inovbev/Esalq), sommelier de gins (Inovbev/Esalq) e vem se aperfeiçoando no setor de vinhos e espumantes (Enocultura/WSet). Desde 2018 escreve no Portal Making Of sobre ações de marketing do setor de bebidas, curiosidades do mercado (local, nacional e mundial) além de inovações e tendências na área de alcoholic beverages.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Avaí chega à vice-liderança, Marcílio Dias vence Criciúma e Belliato emociona com drama familiar

Vitória por 3 x 2 sobre o Internacional de Lages, na Serra, levou o Avaí à vice-liderança do Catarinense....
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }