Outubro 04, 2018

THE WINTER IS COMING

THE WINTER IS COMING
DIAGEO/Divulgação

A multinacional de bebidas DIAGEO lança em novembro uma série limitada do whisky Johnny Walker. Batizada de "White Walker" a bebida foi concebida para marcar a última temporada da série Game of Thrones que chega a HBO em 2019 (ainda sem data definida).

A bebida leva o nome dos zumbis da série. Seres conhecidos pelos olhos azuis gélidos e que caminham rumo ao Sul levando o frio do inverno.

A garrafa também remete ao inverno de GoT: tem tons de azul e branco, e quando resfriada fica com um visual bem glacial. A DIAGEO diz que a garrafa vai trazer oculta uma mensagem surpresa para os fãs da série.

Outro detalhe é o icônico Striding Man – cavaleiro do rótulo – que troca o smoking por uma armadura, remetendo ao exército do Rei da Noite. O vídeo elaborado pela DIAGEO mostra um pouco do que é o conceito dessa bebida. 

 

 

JETZT GEHT’S LOS


(Arte Oktober – Reprodução)

Como diz o título, “vai começar” a segunda maior festa da cerveja do planeta. A Oktoberfest de Blumenau inicia nesta quarta-feira (03) e com novidades. A principal delas é a ampliação da variedade de cervejas oferecidas ao público.

A cervejaria oficial (Eisenbahn/Baden Baden) e sete artesanais da região de Blumenau (Bierland, Blumenau, Das Bier, Wunderbier, Hemmer, e as estreantes América e Antídoto) vão oferecer 20 variedades de chopp. Além dos tradicionais Pilsen e Weiss, o visitante vai poder provar IPA’s, APA’s, Catharina Sour, Stouts, entre outros estilos. A Antídoto, por exemplo, deve servir a ácida Berliner Weiss, com adição de xarope de menta e frutas vermelhas. É dessa forma que e bebida é servida em Berlim, onde foi criado o estilo.

O copo de 400 ml de chopp vai custar de R$ 10 a R$ 13 reais (conforme o estilo). Na arte dá para conferir em que pavilhões as cervejarias estarão distribuídas. O evento segue até o dia 21 de outubro.

 

 

NEW YORK, NEEEW YORK

Quais os melhores lugares do mundo para beber cerveja? O dinamarquês Jeppe Jarnit-Bjergsø, responsável pela Evil Twin, ouviu mais de quinhentos cervejeiros, donos de bares e jornalistas mundo afora e montou uma lista com 1.600 estabelecimentos. A relação está no livro Where to Drink Beer (mais uma obra da série de guias Phaidon), ainda não publicado em português.

Baseado na pesquisa, Bjergsø fez uma escolha surpreendente: a melhor cidade cervejeira do mundo é Nova York. O cervejeiro/autor diz que a cena nova-iorquina evoluiu muito nos últimos cinco anos, apresentado cervejas de muita qualidade, bares e pubs que valorizam o mercado local. O artigo completo pode ser lido no site da Bloomberg.

 

 

TENDÊNCIA


(Jefferson Douglas da Silva)

A coluna costuma trazer sempre algumas tendências que movimentam o mercado de bebidas. E a passagem pela Europa nas últimas três semanas serviu para avaliar o que faz sucesso por lá – e que deve chegar aqui em breve.

Chamou muita atenção a grande variedade de coquetéis prontos, como o Moscow Mule, que apresentamos no início de agosto e o Aperol Spritz já pronto e em embalagens de 175 ml (foto). É só adicionar gelo, decorar o copo com uma laranja e servir. Na mesma linha há inúmeras opções de Cuba Libre, sempre em latas de 330 ml. Além de cola, os coquetéis levam Bacardi, Jim Beam, Jack Daniel’s, entre outros.

E há outras opções de coquetéis em lata que levam gim, tequila, vodka... A praticidade é absurda. A pergunta que fica é: quando essa linha vai chegar por aqui?

 

 

PARA BRINDAR

Cento e vinte enólogos e sommeliers, que participaram da Avaliação Nacional de Vinhos, semana passada em Bento Gonçalves (RS) dizem que a safra de vinhos de 2018 é uma das melhores da história da vinicultura do Brasil e pode ser comparada às festejadas produções de 2005 e 2012.

Durante o evento – que ocorreu em paralelo com o Wine South América – os especialistas provaram 344 amostras inscritas por 49 vinícolas. E elegeram as 16 melhores, que mereceram comentários de alguns dos jurados. A relação dos vinhos e o comentário dos especialistas, você confere no link.

 

 

ESPUMANTE PELO RALO

Uma vinícola italiana desperdiçou semana passada o equivalente a 30 mil litros de Prosecco. Um funcionário da Conegliano, que fica na região do Vêneto, filmou o tanque de fermentação que explodiu, provocando o vazamento. A causa do incidente não foi confirmada, mas tudo indica que pode ter havido uma falha no tanque de armazenamento. Apesar do incidente a região comemora a boa safra. A produção do espumante deve passar de 440 para 493 milhões de garrafas.

 

 

VINHO DE ALTITUDE

Fica no Tibete o vinhedo mais alto do mundo. A vinha – que acaba de entrar no Guiness Book – fica em Cai Na Xiang, em Lhasa e está instalada a 3.563 metros acima do nível do mar. Os 67 hectares de uvas Vidal, Muscat e a regional Bei Bing Hong superaran vinhedos da região de Colomé, na Argentina a 3.111 metros e reconhecidos até então como os mais altos do planeta. Em Santa Catarina o vinhedo mais alto fica na Hiragami em São Joaquim, a 1.427 metros de altitude.

Tags:
vinhos cervejas cerveja artesanal drinks destilados whiskey gastronomia portal makingof
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Redação Making Of

Comentários