23 C
fpolis
23.3 C
fpolis
quarta-feira, 31 janeiro, 2024

OS PUTOS CHEGARAM

CARMIN/DIVULGAÇÃO
Últimas notícias

Calma leitor… O título da nota não tem a pretensão de ser ofensivo, mas meramente informativo. Afinal, de que outra maneira falar da chegada ao Brasil do vinho Putos, projeto dos humoristas Danilo Gentili, Diogo Portugal e Oscar Filho?

A ideia de assinar um vinho surgiu após um show de stand up comedy. Durante o jantar, tomando vinho, o trio começou fazer piada sobre o assunto e o projeto foi tomando forma. Mas, por que Putos? Em Portugal a palavra é sinônimo de “garotos”. Além disso, nome e rótulo permitem uma associação com o famoso Petrus, produzido no Pomerol (perto de Bordeaux) e que chega a custar até R$ 50 mil a garrafa.

Os três rótulos são produzidos pela Carmin na reunião do Alentejo, em Portugal. O tinto é um blend de uvas Alicante Bouschet, Aragonez e Trincadeira; o rosé é um corte de Aragonez, Syrah e Touriga Nacional; e o branco mescla Antão Vaz, Gouveio e Arinto. Os vinhos chegam ao mercado brasileiro custando em torno de R$ 60.

 

POSICIONAMENTO DE MARCA

Campari/Divulgação

A Coluna comentou semana passada sobre o incremento na venda de vinhos rosés e espumantes neste verão europeu. Produtores de cerveja e gin também perceberam aumento significativo nos negócios, mas quem aproveitou a estação para se posicionar fortemente foi o Aperol, que ativou pontos em inúmeros países, para promoção da marca.

Uma praça muito colorida foi montada em Convent Garden, coração de Londres (foto). O pop-up bar (um espaço temporário) foi pensado para lembrar as tradicionais piazzas italianas. A produção caprichada, contou com laranjeiras, bancos, postes de iluminação art déco, ponte em estilo veneziano e algumas Lambretta´s ao fundo.

“A Piazza Aperol te transporta para a Itália com sua celebração do estilo de vida continental espontâneo e alegre. Como italiana, sei como é importante abraçar esses momentos, e que melhor maneira de fazê-lo do que ao sol com um Aperol Spritz perfeitamente servido e boa companhia?”, questiona Loris Contro, embaixadora da marca.

A estrutura funcionou no mês de julho, período de férias dos londrinos. Mas espaços parecidos foram montados em Manchester e também Bournemouth e Birmingham, onde a ativação segue até o fim de setembro.

Campari/Divulgação

As ações fazem parte de uma estratégia global de posicionamento da marca Aperol como um produto ligado ao calor, diversão e a bons momentos. As ativações são sempre coloridas, inovadoras e ocorrem de maneiras diferentes em mercados como Singapura, Melbourne e Maldivas (foto), além da Grécia onde há um iate da marca que circula pela região da ilha de Paros.

Campari/Divulgação

Do lado de cá do Atlântico, ações de marketing da marca são realizadas com frequência na Bahia, Florianópolis e também Rio de Janeiro, onde um dos pontos mais icônicos da cidade ganhou um bar temático em pleno Pão de Açúcar. A estrutura do Aperol Spritz Sunset Bar foi montada em um bonde histórico e fechou em maio, infelizmente. Tinha, além do tradicional Aperol, opções de petiscos e cervejas artesanais. Sem contar o visual deslumbrante e o inconfundível pôr do sol carioca. A ação teve como embaixadora da marca a atriz Paolla Oliveira.

 

CURIOSIDADES

Reprodução Internet

O Aperol foi criado em 1919 em Pádua (ou Padova), norte da Itália, pelos irmãos Luigi e Silvio Barbieri. Eles herdaram a destilaria do pai e precisaram de sete anos para aperfeiçoar a receita do bitter. Conheça outras curiosidades sobre essa colorida e amarga bebida:

– A receita do Aperol é secreta. Mas sabe-se que o aperitivo tem como base laranja azeda, ervas e raízes como genciana, ruibarbo e quinquina.

– O Spritz é uma forma de preparo de drinks que se tornou popular nas décadas de 1920 e 1930, quando bartenders passaram a adiciona água com gás ao vinho e outros licores. A utilização do Aperol para preparo deste drink gaseificado resultou na criação do hoje famoso Aperol Spritz.

– A receita clássica de Aperol Spritz leva 150 ml de Prosseco, 100 ml de Aperol, 50 ml de água com gás, gelo e uma fatia de laranja para decorar (foto).

– O drink harmoniza com pratos leves como frutos do mar e saladas. Já o bitter puro pode ser usado em receitas de sorvetes, pudins, caldas, mousses e até mesmo cupcakes.

– Um dos locais mais bacanas para consumir o Aperol Sprit é, possivelmente, a Terrazza Aperol. O bar fica na Galleria Vittorio Emanuelle, de frente para o Duomo de Milão.

– A marca foi adquirida pela Campari em 2003 e está hoje em aproximadamente 190 países.

– O Aperol Spritz pronto para consumo (RTD) existe, mas ainda não desembarcou no Brasil. São garrafinhas com 175 ml, ideais para consumir na praia ou um parque. Por aqui há genéricos, como o da Schweppes (Coca-Cola), lançado há pouco mais de dois anos e encontrado em muitos supermercados, além de Vibra (Evino), Spina Wines e SpritzSe, que podem ser comprados pela internet.

– O drink é tão popular que já inspirou opções disruptivas como da Smith & Sinclair (noticiado pela Coluna ainda em 2018). É só colocar as pastilhas em um copo cm água ou espumante e o Spritz já está pronto.

 

PARA O ALTO E AVANTE

Você imagina como é feito o abastecimento de cerveja, vinho e outros mantimentos em estações de esqui ou acampamentos isolados? (sim, mesmo isolado, ninguém deveria ser privado de um pint de chopp ou uma boa taça de vinho. ?

A Coluna recebeu há alguns dias por WhatsApp o vídeo acima, que ilustra uma operação deste tipo. É o transporte de 17 barris de chopp e a retirada de barris vazios, utilizando um helicóptero. No caso a operação foi Rifugio Cima Libera (Müllerhütte) que fica nos Alpes Stubai, fronteira entre Itália e Áustria. O local é um ponto de descanso e pernoite para alpinistas que sobem a montanha ou desbravam as geleiras da região. A Coluna descobriu que o trabalho mostrado no vídeo é realizado a cada trinta dias pela equipe da Air Service Center. Mas pode ser mais frequente, caso a ocupação na hospedagem e o consumo dos visitantes aumente.

Avatar photo
Jefferson Douglas da Silva
Jornalista com especialização em Gestão de Marcas, tem mais de 30 anos de experiência em telejornalismo, comunicação corporativa e governamental. Estuda o setor de bebidas desde 1995, tendo formação em coquetelaria (Senac), produção de cerveja artesanal (Escola Superior de Cerveja e Malte) e produção de gin (Inovbev/Esalq). É sommelier de cachaças (Inovbev/Esalq), sommelier de gins (Inovbev/Esalq) e vem se aperfeiçoando no setor de vinhos e espumantes (Enocultura/WSet). Desde 2018 escreve no Portal Making Of sobre ações de marketing do setor de bebidas, curiosidades do mercado (local, nacional e mundial) além de inovações e tendências na área de alcoholic beverages.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Parque temático com aventura pré-histórica é sucesso de público em Florianópolis

Opções de lazer para as crianças se divertirem com segurança? É no Floripa Shopping! O Parque temático Jurassic Land...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }